Se o hospital é ruim, publique no blog

Blogosfera russa está cada vez mais ativa /Foto: Photoxpress

Blogosfera russa está cada vez mais ativa /Foto: Photoxpress

Israelense que postou más recordações de um hospital no interior da Rússia virou assunto nos jornais do país.

Não dá mais para manter o discurso, ainda recorrente, de que os blogueiros estão sugando o cadáver do bom e velho jornalismo tradicional. Eis aqui um bom exemplo russo de como um blogueiro pode gerar assunto e virar pauta para a imprensa.

O jornalista Vadim Isakov publicou no portal de notícias Global Voices o comentário de uma blogueira israelense de ascendência russa que divulgou uma série de fotografias revelando suas experiências em um hospital da cidade de Voronej, cerca de 500 km ao sul de Moscou. A moça não chegou a se encantar com a qualidade do tratamento.

O post não só provocou debate no próprio blog como virou tema de reportagens em um bom número de publicações tradicionais, que normalmente ignorariam temas de tal procedência.

O tablóide popular Komsomolskaia Pravda, por exemplo, que normalmente se ocupa de reality shows da TV, escândalos de celebridades e esportes, publicou uma matéria detalhando as experiências da blogueira, o que provocou uma discussão ainda maior.

Outra que ressaltou o novo papel dos blogs foi a jornalista Daisy Sindelar, que recentemente falou sobre o uso da blogosfera por ativistas rurais na hora de proporcionar socorro às vítimas dos incêndios na Rússia.

Já Olga Serebrianaia, que cobre a blogosfera russa para o serviço russo da Rádio Free Europe/Rádio Liberty (RFE/RL), deu destaque à plataforma LiveJournal, ao site pozhar.ru e aos blogs de Igor Tcherski e Elizaveta Glinka, médica do Fair Help que mantém o blog Doctor Liza.

Serebrianaia diz que a proliferação dessas ferramentas deu uma grande contribuição durante os incêndios de grandes proporções que atingiram a Rússia recentemente e ajudou a resgatar a unidade cívica que havia sido desgastada nas duas últimas décadas com o colapso soviético.

Também é possível perceber que, cada vez mais, a oposição no país tem deixado de focar em figuras públicas ou partidos para abordar mais questões como protestos dos motoristas ou campanhas contra a corrupção policial. A blogosfera russa contribui colocando lenha na fogueira.

O escoamento das notícias da internet para as mídias convencionais é muito significativo e mostra que os internautas continuam a se afastar de uma elite urbana "dona da verdade".

A comunidade virtual do LiveJournal começou a preencher essa falha há muito tempo na Rússia. Agora a história está sendo escrita pelas mãos de cidadãos conectados.

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.