O que fazer em Moscow City sem ser megarrico

Moscow, Russia. This composite photo shows the Moscow International Business Center from the Moskva River's Taras Shevchenko Embankment. 	29.05.2017

Moscow, Russia. This composite photo shows the Moscow International Business Center from the Moskva River's Taras Shevchenko Embankment. 29.05.2017

Vladimir Sergeev/RIA Novosti
Pelo bairro financeiro da capital circulam diariamente empresários que realizam transações bilionárias. Mas essa região moderna também tem opções para turistas.

1. O melhor ângulo da cidade

(Foto: Vladímir Sergeev/RIA Nôvosti)(Foto: Vladímir Sergeev/RIA Nôvosti)

Há outros lugares para admirar a capital russa de cima além de Vorobióvi Góri (Colina das Andorinhas, em português). Duas das torres possuem decks de observação: Empire e OKO. Os valores variam de 700 a mil rublos (R$ 37 a R$ 53) para adultos, e 400 a 500 rublos (R$ 21 a R$ 27) para crianças.

A plataforma fechada Smoticity, no Empire, está situada no 58º andar. Como o elevador se move a 7m/s, é possível atingir o deck em menos de um minuto. O local também oferece salas especiais para curtir um encontro romântico.

Quem quiser ir ainda mais alto, tem a opção de visitar o deck de observação do mais alto arranha-céu residencial na Europa, OKO. Este edifício tem 354 metros de altura, e é possível chegar até o 87º andar.

2. Alta gastronomia (do alto)

(Foto: Cortesia)(Foto: Cortesia)

Não são apenas executivos que trabalham nos arranha-céus. Também é possível fazer uma aula de culinária no clube gastronômico Olivium (no 43° andar do Empire), onde atuam chefs russos e estrangeiros. Toda sessão inclui uma degustação de vinhos. Além disso, para quem tem interesse em apenas comer, há opção de tomar um delicioso café da manhã ou almoço executivo (entre as 10 da manhã e as 4 da tarde).

Já o restaurante Sixty, fica no 62º andar da Torre da Federação. O espaço é famoso não só pela boa cozinha, mas também pela vista. O menu tem toque europeu e inclui pratos mediterrâneos preparados pelo renomado chef Regis Trigel e sua equipe.

3. Cinema particular

(Foto: Cortesia)(Foto: Cortesia)

No 29º andar da Torre da Federação há o que se chama de “anticinema” – você escolhe ao que deseja assistir, seja clássicos em preto e branco ou ficção científica moderna. A sala acomoda até 10 pessoas e pode ser reservada antecipadamente por um total de oito horas. Chá, pipoca e muito aconchego estão inclusos no pacote.

4. Natação nas nuvens

(Foto: Cortesia)(Foto: Cortesia)

A academia ‘mais alta da Europa’ está localizado em Moscow City – e conta com uma piscina e um spa para cuidar do corpo enquanto desfruta da paisagem. O complexo esportivo Nebo tem alguns dos melhores instrutores e personal trainers da cidade, sem falar do sol artificial para aqueles dias chuvosos e gelados na capital.

5. Relaxamento high-tech

Fazer uma sessão de 40 minutos na câmara de oxigênio da Sonsalon é tão eficaz quanto oito horas de sono; há também uma cápsula Wi-Fi para quem quiser trabalhar e aproveitar a vida ao mesmo tempo.

6. Mini-Rússia para crianças

(Foto: Cortesia)(Foto: Cortesia)

As crianças também são bem-vindas em Moscow City. E, além de serem entretidas, também são educadas. O projeto infantil Masterslavl está localizado entre as estações do metrô Vystavochnaya e Ponte Bagration, e oferece cerca de 70 oficinas diferentes. Trata-se de um parque interativo nos moldes de uma cidade russa, com delegacia, tribunal, banco, teatro e galeria de arte, entre outras instalações. O bilhete permite que crianças – de 5 a 14 anos – curtam o espaço por um período de quatro horas.

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail?
Clique aqui para assinar nossa newsletter.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.