9 provas do contraste artístico de Perm

Perm

Perm

Legion Media
Situada a quase 1500 km a leste de Moscou, cidade que possui herança cultural antiga se define como polo da modernidade graças a artistas contemporâneos locais.

‘Felicidade não está longe’ (Foto: Anna Sorokina)‘Felicidade não está longe’ (Foto: Anna Sorokina)

1. A obra “Schastie ne za gorami” (“Felicidade não está longe”) foi criada pelo artista Boris Matrosov para o festival ArtPole (Terra de Arte). Em 2009, a peça foi transferida para Perm para participar de um evento artístico organizado pelo museu de arte contemporânea PERMM, que era dirigido pelo famoso curador de arte e dono da galeria em Moscou, Marat Guelman. Esse monumento popular, na margem do rio Kama, no centro de Perm, é hoje um dos mais novíssimos símbolos da cidade. Três anos após sua instalação, a obra teve seus cinco minutos e fama, quando foi exibida no clipe da música “White Dress”, do rapper americano Kanye West.

Letra de madeira (Foto: Anna Sorokina)Letra de madeira (Foto: Anna Sorokina)

2. O artista contemporâneo Nikolai Polisski é famoso por suas obras no vilarejo de Nikola Lenivets, nos entornos de Moscou. No entanto, em 2011, ele instalou a letra ‘П’ [que, na transliteração do russo para o português, é ‘P’) de madeira perto da estação de trem. O ‘portão de Perm’ é uma versão ecológica do Arco do Triunfo, e suas laterais estão voltadas para os 4 cantos do mundo.

‘O urso itinerante’ / Anna Sorokina‘O urso itinerante’ / Anna Sorokina

3. Para quem ainda acha que os ursos andam pelas ruas na Rússia, Perm não irá causar grande surpresa. Isso porque é possível tirar uma foto com um urso pardo – ainda que feito de bronze. Intitulado o ‘urso caminhador’, foi produzido em 2016 pelo escultor Vladímir Pavlenko e fica situado na rua Lênin, bem no centro da cidade.

Museu a céu aberto (Foto: Oleg Vorobiov)Museu a céu aberto (Foto: Oleg Vorobiov)

4. Em 2016, um novo museu ao ar livre surgiu no muro de concreto da fábrica Perm Motors. Todos os aviões da Segunda Guerra Mundial equipados com motores feitos nesta fábrica foram imortalizados em imagens nessa cerca. Entre eles estão os caças I-16, La-5 e La-5FN, e os bombardeiros Cu-2 e Tu-2. No total, estão retratados no local 19 caças, 5 helicópteros, 4 motores de aeronaves, 2 redutores e 2 mísseis.

Essa grande obra de arte tem aproximadamente um quilômetro de extensão, e foram necessárias mais de 1.200 latas de spray, além de uma tonelada de tinta.

Monumento às Orelhas Salgadas dos Permiak (Foto: Oleg Vorobiov)Monumento às Orelhas Salgadas dos Permiak (Foto: Oleg Vorobiov)

5. A produção de sal foi, por diversos anos, a principal ocupação para grande parte dos moradores da região de Perm. Reza a lenda que os trabalhadores que costumavam transportar sacos de sal nos ombros possuíam orelhas grandes e vermelhas por causa do contato do sal com essa região do corpo. É por isso que todos os permiaks (gentílico russo para os moradores locais) foram apelidados de Orelhas Salgadas. Inaugurado em 2006, o monumento às ‘orelhas salgadas’, perto do hotel Prikamye, no centro da cidade, é um dos lugares mais populares para tirar fotos.

O “peixefone” na avenida Komsomolsky (Foto: Anna Sorokina)O “peixefone” na avenida Komsomolsky (Foto: Anna Sorokina)

6. Em 2011, o artista de rua dos Urais Aleksandr Junev transformou os antigos telefones públicos em peixes, e os apelidou de “Ribkophone” (“peixefone”). Hoje, esse exemplar em forma de carpa pode ser encontrado no centro da cidade.

No quintal da Galeria de Arte de Perm (Foto: Anna Sorokina)No quintal da Galeria de Arte de Perm (Foto: Anna Sorokina)

7. A composição de Aleksandr Ródtchenko, situada no quintal da Galeria de Arte de Perm, surgiu quando jovens artistas notaram que algumas das obras do artista haviam sido temporariamente transferidas para manutenção. Por acreditarem que se tratava de um lugar perfeito, os artistas decidiram repetir a criação de Ródtchenko em metal.

Grafite no centro da cidade (Foto: Anna Sorokina)Grafite no centro da cidade (Foto: Anna Sorokina)

8. Esse grafite tem dupla função – expor conceitos e esconder o canteiro de obras na rua Sibirskaya.

​ Grafite no centro da cidade (Foto: Anna Sorokina) Grafite no centro da cidade (Foto: Anna Sorokina) ​Click and drag to move​​ Grafite no centro da cidade (Foto: Anna Sorokina) Grafite no centro da cidade (Foto: Anna Sorokina) ​Click and drag to move​
9. Este surgiu também um monumento de um gato deitado sobre o equipamento do aquecedor. Feito para celebrar o 75º aniversário do Sistema de Energia Prikamye, a instalação também serve como banco onde os turistas cansados podem descansar.

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail?
Clique aqui para assinar nossa newsletter.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.