Os 10 melhores destinos ecológicos no maior país do mundo

Para os visitantes que querem fazer passeios na natureza e desfrutar do ar fresco da Rússia rural, a Gazeta Russa compilou uma lista com as 10 experiências mais interessantes em destinos bem distantes do congestionamento das metrópoles. Seja dormindo em uma escola convertida em hospedaria ou dando uma de especialista em fermentação de queijo, esses destinos vão adicionar algo diferente para qualquer roteiro.

1. Nikola Lenivets, Região de Kaluga

 

Foto: ITAR-TASS

Nikola Lenivets é um parque de arte e fazenda orgânica que promove regularmente festivais de arquitetura, eventos científicos, festas de música eletrônica e oficinas ecológicas. Os hóspedes podem acampar e voluntariar na fazenda, mas tudo isso sem deixar chuveiros ou Wi-Fi para trás. A estrutura do local conta com pousada, restaurante, bar e chalés para aluguel.

Mais informações: http://nikola-lenivets.com

2. La Fattoria, Região de Tver

Foto: Kommersant

O fabricante de queijo e italiano nativo Pietro Mazza recebe os visitantes em sua fazenda de 40 hectares, onde mantém mais de 100 vacas. A primeira parada da visita é a sala de degustação, para provar uma seleção de queijos produzidos na própria fazenda. É claro que tudo isso é acompanhado por uma boa taça de vinho italiano, e seguido por lasanha ou crepe! Para queimar as calorias das refeições, os hóspedes podem andar a cavalo, ordenhar vacas e ajudar com o processo de fabricação do queijo. Tenha em mente que Pietro costuma seguir os horários de uma fazenda comum e, por isso, o trabalho começa às quatro da manhã! 

 Mais informações: http://www.italianskaiaferma.ru/agroturismo.php (em russo)

3. Bogdarnia, Região de Vladímir

 

Foto: ITAR-TASS

Os proprietários dessa fazenda oferecem um estilo de vida saudável misturado com as melhores tradições da vida rural russa. Bogdarnia possui uma grande variedade de atividades, incluindo passeios pela fazenda, degustação de alimentos, aulas de culinária e oficinas de processamento de alimentos, entre outras coisas. A ideia principal é que os hóspedes mergulhem e se adaptem à vida em uma aldeia russa. Os visitantes podem ficar no hotel de Bogdarnia, mas também têm a opção de se sentirem mais “nativos”, hospedando-se em das pitorescas casas no vilarejo próximo ou no alojamento em uma escola reformada.

Mais informações: http://bogdarnya.ru/en/

4. Fazenda de Alces “Sumarokovo”, Região de Kostroma 

 

Foto: ITAR-TASS

Para quem sempre teve vontade de conhecer um alce de verdade, essa fazenda experimental fundada no período soviético é uma boa opção. Hoje, existem várias fazendas de alces pela Rússia, mas esta propriedade é praticamente um Taj Mahal entre elas! Ali os alces vagueiam pelo terreno livremente. Os hóspedes têm a possibilidade de aprender a cuidar de um alce e tomar um delicioso copo de leite de alce fresquinho no bar da fazenda. Também é possível acampar no local (com permissão prévia da fazenda), mesmo porque não há nenhum tipo de acomodação formal na aldeia.

Mais informações: http://www.loseferma.ru/ (em russo apenas) 
http://www.moosefarm.newmail.ru/ (inglês e russo) 

5. Fazenda de Cavalos “Olgino”, Região de Moscou 

 

Foto: RIA Nóvosti

Apesar de os cavalos serem as principais atrações dessa fazenda, há uma grande variedade de atividades à disposição dos visitantes. O estabelecimento da fazenda é especializado em comida camponesa saudável. Carnes de cordeiro, ganso, pato e coelho também estão disponíveis para churrasco. Os hóspedes podem relaxar na sauna, alugar uma bicicleta, nadar ou pescar. Durante o inverno, têm também a possibilidade de esquiar ou andar de trenó puxado a cavalo.

Mais informações: http://olgino-tur.ru/ 

6. Vila das renas “Russkinskaia”, Região Autônoma de Khanti-Mansi 

 

Foto: Getty Images/Fotobank

Em uma aldeia localizada no miolo da tundra, os visitantes podem alimentar renas, praticar canoagem, pescar e caçar. Uma das principais atrações da vila é o Museu de História Natural, que apresenta exposições sobre a fauna local e a população indígena (mais da metade dos locais). A Russkinskaia tenta manter suas tradições por meio de música, dança, comida e artesanato. 

Vídeo sobre Russkinskaia (em russo): http://russadm.ru/in/md/main 

7. Rancho Avanpost, Região de Moscou

 

Foto: Lori/Legion Media

A dramatização é uma das principais atrações do rancho, e muitos vão a esse local só para vestir fantasias diversas, como um cowboy do Velho Oeste ou um nobre indo à caça com seus cães. O rancho pode ser fechado para festas particulares.

Mais informações: http://bezpovoda.ru/#:$avanpost (em russo) 

8. Parque Safári Primórski, Região de Primórski

 

Foto: ITAR-TASS

Nesse santuário da vida selvagem, animais passeiam no parque como se estivessem em seu habitat natural. Há quatro áreas separando as espécies e particularidades: tigres, mamíferos com cascos, aves e animais carnívoros. O parque também é povoado por ursos negros do Himalaia e tigres de Amur, assim como raposas, lobos vermelhos, javalis, cabras e aves. Os visitantes podem apreciar de uma ponte belíssimas paisagens dos tigres e chegar bem perto dos animais menores. O santuário funciona como um centro de reabilitação e promove conscientização sobre o meio ambiente.

Mais informações: http://www.safaripark25.ru/  (em russo) 

9. Trenós puxados por cães, Região de Irkutsk

Foto: Getty Images/Fotobank

Esse passeio promete transformá-lo em um “musher” de cães (ou, na linguagem dos leigos, um motorista de trenó puxado por cães) até o final de sua viagem. Com passeios que variam de meio período a um dia inteiro, você será transportado através de belas paisagens nos arredores da capital regional e passará pelos picos de três vulcões: Avatchinski, Koriakski e Kozelski. Ao retornar para a pousada, um piquenique estará à sua espera! Esquiar também é uma opção durante a estação fria.

Mais informações: http://www.kamchatkahuskies.com  

10. Lago o Baikal, Região de Irkutsk e República da Buriátia

Foto: Lori/Legion Media

Os ventos que sopram do lago de água doce mais antigo e mais profundo do mundo, o Baikal, vão revigorar qualquer viajante cansado. Muitos visitantes vão à região para ver a foca do Baikal, uma das três de água doce do mundo. Outra opção para os visitantes é ser voluntário na organização Grande Trilha do Baikal, cujo objetivo é construir e restaurar uma trilha que vai circundar todo o lago. Além de construir a trilha, outros projetos incluem a criação de um espaço para preservação e restauração de um antigo moinho.

Mais informações: http://www.greatbaikaltrail.org/ru/node/109

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.