Iaroslavl combina história e belezas da arquitetura

Distante 266 km da capital russa, a cidade de Iaroslavl é bem servida por transporte ferroviário Foto: William Brumfield

Distante 266 km da capital russa, a cidade de Iaroslavl é bem servida por transporte ferroviário Foto: William Brumfield

O Volga, a oportunidade de tocar a história e uma infinidade de igrejas de tirar o fôlego –a Gazeta Russa visitou Iaroslavl e traz as melhores dicas.

A cidade de Iaroslavl faz parte d popular rota turística "Zolotoe Koltso" (Anel de Ouro), que passa por antigas cidades russas onde foram preservados monumentos únicos da cultura e da história da Rússia eslava. Além de Iaroslavl, outras sete cidades localizadas nas imediações de Moscou fazem parte da rota: Serguiev Posad, Pereslavl-Zalesski, Rostov, Kostroma, Ivanovo, Suzdal e Vladímir.

A Gazeta Russa fez uma seleção locais imperdíveis em Iaroslavl.

O centro da cidade não é grande e todas as principais atrações podem ser exploradas a pé. E o mais importante, não há necessidade de procurá-las especificamente, praticamente todas as casas e cada uma das igrejas são uma atração digna de ser vista. Em Iaroslavl, a arquitetura clássica de uma cidade provinciana, enaltecida pela literatura russa, e as construções da era soviética, embebidas no espírito do socialismo e do modernismo, convivem harmoniosamente em um território relativamente pequeno.

Foto: William Brumfield

A bem conservada avenida marginal é uma alameda que se estende por quase três quilômetros ao longo do rio Volga. De um lado estão as belas fachadas das casas e do outro se abre a pitoresca vista para o rio e para numerosas igrejas. É o lugar preferido dos recém-casados.

Confluência do rio Volga e de rio Kotorosl

Iaroslavl é famosa por suas igrejas decoradas com pinturas, e a maioria delas situa-se ao longo da margem do rio Volga.  

Não se pode deixar de visitar a Igreja de Nicola Nadein (Narodnii Pereulok, 2a), uma construção do século 17 que definiu a direção do desenvolvimento futuro da arquitetura de Iaroslavl. A igreja Iliinsko–Tikhonskaia (Voljskaia Naberejnaia,5) é muito incomum para a arquitetura russa, mais parecida com o panteão romano.

Outras que merecem visita são a Igreja do profeta Elias, situada ao norte da Iliinsko-Tikhonskaia, a Igreja de Ascensão-Anunciação (Voljskaia Naberejnaia, 51), com belas cúpulas e decoração incomum, e a Igreja da Natividade de Cristo (Rua Kedrova, 1). 

Em seguida, vale a pena ir até a Estação Fluvial (Voljskaia Naberejnaia, 4). Trata-se de um edifício branco dos anos 70, no estilo pós-construtivista, que reflete perfeitamente a sua época. Ele fica bem perto da água e de seu píer tem-se uma bela vista para o rio e as cercanias.

Na avenida marginal do Volga está situado o edifício do insólito museu Musica e Tempo, o primeiro museu privado da Rússia pós-soviética. Dentro dele, John Grigorievich Mostoslavski, um ilusionista-mágico com nome estrangeiro, mas de alma russa, apresenta a todos os interessados as suas bizarras coleções de instrumentos musicais antigos, com sinos, gramofones, discos, realejos, ferros de passar, relógios e samovares.

A cidade velha

A “cidade velha” está localizada entre as ruas Sobinova e Respublikanscaia. Desde 2005, está sob proteção da Unesco. Passeando sem pressa entre as casas baixas, espiando os aconchegantes quintais e ruelas, é possível ver um modelo exemplar da edificação harmoniosa dos séculos 18 e 19, com igrejas, alamedas e perspectivas interessantes. Um pouco ao lado, na Rua Pervomaiskaia, está situado o principal centro comercial do século 19, o “Gostini Dvor”.  Esse tipo de construção existe praticamente em todas as cidades maiores da Rússia. Antigamente, nas galerias comerciais, estava instalado um mercado organizado.

Foto: William Brumfield

A singularidade do “Gostini Dvor” de Iaroslavl é a rotunda, preservada desde o século 19. Atualmente, o quarteirão em torno do “Gostini Dvor” é um dos lugares mais movimentados da cidade e um excelente ponto de observação da vida da urbana. 

Passeando com a ajuda de uma nota de 1.000 rublos

Uma nota de 1.000 rublos pode tornar-se um guia peculiar da cidade Iaroslavl. Nela estão representados alguns pontos turísticos interessantes da cidade.

O monumento ao príncipe Iaroslav, o Sábio (frente da nota), está localizado na Praça da Epifania. Segundo a lenda, ele matou uma ursa nesse lugar e ordenou que fosse fundada a cidade-fortaleza (naturalmente, ele a denominou em sua própria homenagem). O monumento representado na nota foi inaugurado em 1993.

Na mesma praça se encontra a entrada principal do mosteiro da Transfiguração de Cristo, “Spaso-Preobrajenski” (onde foi encontrada a principal obra da literatura da Rússia Antiga "A Palavra Sobre a Campanha de Igor"). Saindo pelos Portões Santos, localizados nas proximidades, e voltando, veremos a perspectiva que está retratada na nota: a capela, a bétula, a pequena ponte, os portões e a torre.

Como chegar

Distante 266 km da capital russa, a cidade de Iaroslavl é bem servida por transporte ferroviário. A viagem de trem leva quatro horas saindo de Moscou. Também há ônibus que saem diariamente da Estação Rodoviária Central de Moscou (acesso pela estação de metro de Schiolkovskaia) às 8h30, 12h15, 14h15, 17h30, 23h15 (tempo de viagem: 5 horas).

Onde se hospedar

Ibis hotel (hotel), Good luck Hostel (hostel)

 Onde comer

Dudkibar e Traveller’s coffee.

 

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.