Cinco locais para curtir o verdadeiro inverno russo

Em alguns locais russos chamados de "polos de frio", temperaturas de até -40°C Foto: Gazeta Russa

Em alguns locais russos chamados de "polos de frio", temperaturas de até -40°C Foto: Gazeta Russa

A Gazeta Russa compilou lista de passeios de trenó ou com a famosa troica (carruagem sem rodas movida por três cavalos), descida das encostas das montanhas em cima de uma prancha de snowboard, banho nas águas dos lagos que não congelam e outras atividades que permitem esquecer do frio e se apaixonar pelo inverno russo.

Muitos turistas que planejam uma viagem à Rússia temem o seu inverno, acreditando que as temperaturas chegam a ser tão baixas que a única maneira de se aquecer é tomando vodca e ficando debaixo das peles de urso. No entanto, a realidade é outra, pois o famoso frio poderá ser compensado pela beleza da natureza e pelas atividades esportivas capazes de aquecer o corpo em apenas alguns minutos. Nesta época do ano vale a pena conhecer as regiões russas tão frias em que até as bebidas destiladas congelam.

1. Viagem ao polo do frio 


Foto: Lori/Legion Media

Em alguns locais russos chamados de "polos de frio", temperaturas de até -40°C durante o inverno são consideradas comuns, o que os torna os lugares mais difíceis para manter uma residência fixa, porém ideais para os viajantes dispostos a testar a sua resistência. Nas épocas frias, a temperatura pode cair para até -77°C, enquanto no verão, os moradores e visitantes poderão enfrentar um calor de até 30°C. As baixas temperaturas do inverno criam fenômenos espetaculares, tais como o som de congelamento instantâneo do ar inspirado, chamado pelos nativos de "sussurros de estrelas".

2. Aventuras extremas nos Montes Urais


Foto: Serguêi Makúrin

Os Montes Urais fazem papel da fronteira natural entre a Europa e a Ásia e são considerados as montanhas mais antigas do mundo. No seu território encontram-se inúmeros parques naturais e pistas de esqui alpino. Os Montes Urais são frequentemente citados em notícias referentes a objetos voadores não identificados e anomalias naturais, assim como fazem parte do cenário de desaparecimento da equipe de Diátlov e dos planos de muitos aventureiros que desejam repetir o seu percurso. Em outras palavras, o inverno é a época ideal para conhecer os Montes Urais e adicionar um pouco de aventura e mística nas suas férias. Os guias locais realizam excursões às usinas metalúrgicas abandonadas e àquelas que ainda estão em operação, assim como a uma das cavernas mais longas do mundo. Há opção de pernoite no antigo campo de um gulag e de passeios personalizados. A indústria de turismo na região dos Montes Urais é uma das mais desenvolvidas em todo o país.

3. Passeio de trenó


Foto: Lori/Legion Media

Um trajeto circular em torno da cidade de Moscou é composto de uma dúzia de cidades antigas, duas das quais incluídas na lista da Unesco, que possuem um aspecto atraente em qualquer época do ano.

Nas cidades de Kostroma e Uglitch encontram-se as residências oficiais do papai Noel russo e da sua neta, chamada Sniegúrotchka. As crianças adorarão conhecer as versões russas dos símbolos de Natal.

As cidades do Anel de Ouro oferecem uma grande variedade de diversões à moda russa, tais como passeios pelas florestas cobertas de neve de troica (carruagem sem rodas movida por três cavalos) ou com um trenó idêntico ao usado pelos imperadores russos, além das outras atividades exóticas.

4. Pesca no lago congelado


Foto: Lori/Legion Media

As Montanhas Altai, na região sul da Sibéria, são um paraíso para as atividades de inverno, que incluem passeios a cavalo, de esqui ou de moto de neve, pesca no lago Teletskoe, caça, banho de sauna russa, assim como esqui alpino e snowboard. O inverno é a única época do ano que permite conhecer as cavernas geladas localizadas nas maiores altitudes do mundo e testar o seu nível de resistência nas águas do lago Goluboe, que não congela nem mesmo com temperaturas abaixo de -30°C.

5. Inverno no paraíso tropical da Rússia


Foto: Lori/Legion Media

O inverno mais quente em termos de clima poderá ser encontrado na região do Cáucaso. As condições climáticas diferentes da maior parte do país e os Jogos Olímpicos de Inverno em fevereiro próximo em Sôtchi fazem da região um verdadeiro paraíso exótico, com uma combinação espetacular de neve na beira do Mar Negro e com florestas de palmeiras e eucaliptos. Vale a pena uma visita ao assentamento Clareira Vermelha, localizado nas montanhas, onde se encontra uma estação de esqui. O Cáucaso é famoso pelo monte Elbrus (5.642 metros), que abriga uma das estações de esqui mais famosas da Rússia.

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.