Oito passeios obrigatórios que você não encontrará em guias turísticos

Viaje com a Gazeta Russa pelas atrações menos manjadas e sinta-se um local quando estiver visitando a Rússia.

1. Nevski Prospekt vista de um telhado em São Petersburgo

Os roteiros turísticos geralmente seguem o percurso pelo solo. Além disso, é impressionante o quão difícil é encontrar um telhado aberto ao público em São Petersburgo nos dias de hoje. A maioria deles têm acesso negado aos visitantes por motivos de segurança. Os mais experientes no assunto dizem que, quando vista de um telhado, “Piter” (como os locais carinhosamente apelidaram São Petersburgo) é mil vezes mais interessante do que as pessoas imaginam.

2. Esquisitões no metrô

Um rapaz na estação de metrô deseja prosperidade a todos – ou pelo menos é isso que a placa que está segurando quer dizer. Os visitantes costumam se surpreender com atos inesperados de bondade em meio à “frieza russa”.

Essa foto foi tirada na estação de metrô Tsvetnoi Boulevard, em Moscou, mas também é possível encontrar esse cara na saída da estação Sadovaia, em São Petersburgo. Tudo depende da época. A cada dia ele traz consigo uma nova mensagem para alegrar a manhã dos transeuntes: “Bom dia”, “Viva, é sexta-feira!” e “Verão” são alguns exemplos.

3. Mosaicos no teto das estações de metrô de Moscou 

Pegue o trem e pare em todas as estações apenas para admirar os vários motivos decorativos. Cada estação tem seus próprios elementos, e eles certamente não serão encontrados em nenhum outro lugar. Além de serem bem trabalhados, muitos mosaicos retratam episódios da história russa.

4. Mar secreto perto da ponte Kuznetski, em Moscou 

Kamtchatka é um pequeno bar com temática dos anos 1990, de onde é possível sair satisfeito e bêbado por apenas 400 rublos. O estabelecimento está localizado em uma das ruas mais antigas de Moscou, a ponte Kuznetski. Os moradores locais a chamam de “rua dos bares”. Além do Kamtchatka, andar por essa rua traz diversas opções ao longo do caminho, como o Gogol, a Pacha e Spirit. E por ser uma zona de pedestres, muitos desses lugares se transformam em bares ao ar livre durante o verão.

 

5. Uma das muitas datchas 

Essa casa de campo tipicamente russa é o lugar ideal para descontrair e relaxar. Segundo a tradição, toda datcha possui uma casa de banho com sauna e uma pequena horta. Os russos costumam ir a esses lugares para descansar o corpo e a alma, bem como preparar deliciosos churrascos, e descansar na rede sob a luz do sol. 


Esta foto foi tirada em Istra, a 40 km de Moscou. Além do cenário pitoresco, Istra também abriga o mosteiro Nova Jerusalém. O monastério, cujo elemento central é a Catedral da Ressurreição, foi construído em 1656 por ordem do Patriarca Nikon.

6. Wakeboarding em Serebriani Bor, a noroeste de Moscou 

Nem um único guia menciona a prática de wakeboarding sob a ponte Jivopisni entre as atividades obrigatórias na Rússia. Mas o passeio é realmente compensador. O wakeboarding é um esporte aquático praticado com uma prancha tipo snowboard, que é puxada por uma lancha. Essa ponte estaiada tem design exclusivo, e de longe já se pode notar uma esfera pendurada sob o seu arco.

 

7. Preso no trânsito por 12 horas na fronteira entre a Rússia e a Ucrânia

Engarrafamentos quilométricos obstruem a estrada da Rússia para a Ucrânia durante o verão. Há dias em que mais de 5 mil carros passam pelo posto de controle. E não são apenas turistas. Nessa época, os russos das áreas vizinhas atravessam a fronteira para ir às compras em Carcóvia. O congestionamento é cansativo, mas, se você conseguir superá-lo, poderá certamente se sentir um verdadeiro russo.

 

8. Pátios internos em São Petersburgo 

Os pátios de São Petersburgo são museus ao ar livre reais -  uma forma pouco comum de compreender o espírito e a história da cidade. Foi Piotr I quem ordenou que todas as casas fossem germinadas para resolver o problema de falta de espaço, conferindo à cidade o seu charme característico.

Para tornar as casas mais espaçosas, os moradores tentaram utilizar todo a área disponível. E já que não podiam estender o terreno, começaram a construir um andar sobre o outro.

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.