Google e Mosfilm lançam leitura on-line de ‘O Mestre e Margarida’

Obra foi publicada pela primeira vez em 1966 na revista “Moskva”

Obra foi publicada pela primeira vez em 1966 na revista “Moskva”

masterimargarita.withgoogle.com
Falantes de russo ao redor do mundo poderão participar de leitura on-line do clássico de Mikhail Bulgákov. Efeitos visuais ajudarão a compor cenário da história.

O Google, o estúdio Mosfilm e Museu Mikhail Bulgákov se reuniram para celebrar duas ocasiões especiais: o 125º aniversário de Bulgákov e os 50 anos desde que seu aclamado romance “O Mestre e Margarida”, foi lançado. A ideia é que qualquer pessoa possa fazer um teste para ser narradora de uma parte dessa obra.

Por meio do site “O Mestre e Margarida: Eu estava lá”, lançado pelo Google esta semana, os interessados conversam em russo com dois dos personagens do romance, Koroviev e o gato Behemoth.

Após breve bate-papo, eles decidem qual dos locais do romance mais combinam com o perfil do candidato, que é então teletransportado – seja à mansão de Margarida, um hospital mental, ou um apartamento.

Já em seu possível posto, o internauta é então convidado a fazer um teste, isto é, um pequeno vídeo lendo um trecho do romance.

“Esperamos que cerca de 500 pessoas participem da leitura; 350 delas serão usuários comuns de internet, e o restante, figuras públicas de teatro, cinema, política e esportes”, disse Alla Zabrovskaia, representante do Google, à Gazeta Russa.

The rooftop terrace in Moscow where Woland and Azazello talk in the last chapter
      Terraço em Moscou é cenário do último capítulo Foto: masterimargarita.withgoogle.com

 

Chat with Behemoth and Koroviev
      Bate-papo com Behemoth e Koroviev Foto: masterimargarita.withgoogle.com

 

The mental clinic where the reader first meets the Master
      Clínica de doentes mentais Foto: masterimargarita.withgoogle.com

 

The great Satan's Ball that Margarita hosts
      Festa diabólica Foto: masterimargarita.withgoogle.com

 

 
1/4
 

Este não é, porém, o primeiro projeto do gênero. Uma leitura on-line recorde foi realizada em 2014, quando o romance “Anna Karenina”, de Tolstói, foi transmitido ao vivo por três dias ininterruptos.

“Nosso objetivo era criar um projeto que tire a poeira dos clássicos e oferecesse à geração mais jovem um novo olhar sobre exemplos importantes da literatura russa”, disse então Fiokla Tolstaia, descendente do escritor e curadora do projeto.

O prazo de inscrição para ser um dos narradores de “O Mestre e Margarida” é 5 de outubro.

A transmissão ao vivo pelo YouTube ocorrerá nos dias 11 e 12 de novembro. 

Tecnologia em prol da literatura

O ano de 2016 é dedicado ao Cinema na Rússia, o que levou os organizadores a dar especial atenção à parte visual das leituras. A principal plataforma de produção ficará a cargo do mais antigo estúdio de cinema do país, o Mosfilm.

A leitura on-line de “O Mestre e Margarida” será transmitida ao vivo no YouTube o novo formato 360​​° do Google, que permite ao espectador mudar o ângulo da câmera e observar o que existe ao redor do narrador.

Por meio do recurso de “chroma key”, os diretores envolverão os narradores em cenário virtual de Bulgákov, transportando-os ao mundo imaginário do autor.

Os efeitos visuais estão sendo produzidos por Andrêi Boltenko e Anton Nenachev, que produziram a cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos de Sôtchi, em 2014.

Logo oficial do projeto Foto: DivulgaçãoLogo oficial do projeto Foto: Divulgação

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail? Clique aqui para assinar nossa newsletter.

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.