Lendária câmera russo-soviética Zenit será relançada

Свердловская область. Медвежата

Свердловская область. Медвежата

Anatoly Grakhov/TASS
A produção de câmeras Zenit foi um negócio próspero na União Soviética e na Rússia entre 1952 e 2005. Em breve, após um hiato de 12 anos, a lendária câmera será novamente relançada. Antes disso, porém, a Gazeta Russa relembra a história da famosa câmera que mudou a forma como o povo soviético olhava o mundo.

Modelo Zenit-TTL produzida em fábrica-irmã na Bielorrússia (Foto: C.Mezin/TASS)Modelo Zenit-TTL produzida em fábrica-irmã na Bielorrússia (Foto: C.Mezin/TASS)

A história das câmeras fotográficas Zenit começa na fábrica KMZ (Krasnogorski Mekhanitcheski Zavod), na região de Moscou, em 1952. Neste ano, entrava em produção em série no país a primeira câmera SLR (Single Lens Reflex, para se referir a câmeras fotográficas que usam um prisma e um jogo de espelhos).

Registro em Odessa, em 1991 (Foto: TASS)Registro em Odessa, em 1991 (Foto: TASS)

Seis gerações de câmeras Zenit foram lançadas antes do grande avanço constatado em 1965 – o início da produção da nova Zenit-E.

Passeio à beira do rio Moscou (Foto: Evguêni Khaldei/MAMM/russiainphoto.ru)Passeio à beira do rio Moscou (Foto: Evguêni Khaldei/MAMM/russiainphoto.ru)

Durável e confiável, a Zenit-E combinava todas as melhores características de suas antecessoras e, assim, tornou-se um verdadeiro clássico.

(Foto: Vladímir Sumovski/МАММ/russiainphoto.ru)(Foto: Vladímir Sumovski/МАММ/russiainphoto.ru)

A Zenit-E foi a câmera SLR mais produzida no mundo, com cerca de 8 milhões de unidades vendidas.

Registro de partida de futebol em 1971 (Fonte: Víktor Akhlomov/МАММ/russiainphoto.ru)Registro de partida de futebol em 1971 (Fonte: Víktor Akhlomov/МАММ/russiainphoto.ru)

A demanda pela câmera foi tão grande que uma nova fábrica foi construída na Bielorrússia. No entanto, as novas instalações não eram comparáveis à estrutura de sua “irmã mais velha” na região de Moscou.

Escritor, fotógrafo e viajante russo Vassíli Peskov (Foto: Autor desconhecido/МАММ/russiainphoto.ru)Escritor, fotógrafo e viajante russo Vassíli Peskov (Foto: Autor desconhecido/МАММ/russiainphoto.ru)

As câmeras Zenit foram exportadas não apenas para outros países socialistas, mas também para Alemanha, Áustria, Grã-Bretanha, França e Itália, onde competiam com as marcas ocidentais.

Região de Samara, em 1994 (Foto: Nikolai Nikitin/TASS)Região de Samara, em 1994 (Foto: Nikolai Nikitin/TASS)

O modelo Zenit-16, que apareceu em 1972, foi uma primeiras câmeras cujo corpo era feito de plástico. Isso tornava a câmera mais leve e fácil de usar.

Jornalista Serguêi Korchunov e Marechal Semion Budionni (Foto: Autor desconhecido/МАММ/russiainphoto.ru)Jornalista Serguêi Korchunov e Marechal Semion Budionni (Foto: Autor desconhecido/МАММ/russiainphoto.ru)

As câmeras do Zenit ganharam muitos prêmios internacionais. Em 1979, a Zenit-EM recebeu o título de “Câmera do Ano” da revista britânica “What câmera?”.

(Foto: Anatóli Grakhov/TASS)(Foto: Anatóli Grakhov/TASS)

A produção de câmeras Zenit foi interrompida em 2005, mas será relançada pela Krasnogorsky Zavod em 2018. A Rostec Corporation, proprietária da fábrica, planeja tornar a Zenit um concorrente digno dos modelos das marcas Leica e Hasselblad.

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail?
Clique aqui para assinar nossa newsletter.

 

 

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.