Neste dia: Russo concluía volta ao mundo de bicicleta

Trajeto rendeu a Pankratov um prêmio da Federação Internacional de Ciclismo

Trajeto rendeu a Pankratov um prêmio da Federação Internacional de Ciclismo

Arquivo
Viagem que durou dois anos foi iniciada e encerrada na China.

Em 23 de agosto de 1913, o atleta Onissim Pankratov, chegava à cidade chinesa de Harbin, encerrando sua volta ao mundo de bicicleta.

No verão de 1911, Pankratov partiu de Harbin e, em novembro do mesmo ano,  chegou a São Petersburgo antes de prosseguir rumo a Suíça, Turquia, Grécia, Espanha, Itália e França. Ao chegar ao Estreito de Dover (no Canal da Mancha), o cliclista pegou uma balsa para a Inglaterra e dali partiu para os EUA em um navio. Depois de percorrer grande parte do território norte-americano, Onissim chegou a São Francisco, onde pegou outro navio para o Japão. Enfim, partiu de volta para a China.

Enquanto viajava fora da Rússia, Pankratov procurou maneiras de ganhar dinheiro para financiar o passeio, inclusive competindo. Na Inglaterra, escritores russos o ajudaram a publicar seus diários de estrada.

No final de 1913, Pankratov foi premiado pela Federação Internacional de Ciclismo. O atleta morreu em 1916 durante a Primeira Guerra Mundial.

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail?
Clique aqui para assinar nossa newsletter.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.