Neste dia: Trótski era assassinado

Retrato de Trótski pintado em 1925

Retrato de Trótski pintado em 1925

Arquivo
Um dos líderes da Revolução de 1917, político mantinha divergências com Stálin.

O político soviético Leon Trótski, que havia sido um dos líderes da Revolução de 1917, entrou em conflito Iossef Stálin no ano de 1923.

Como resultado, Trótski foi expulso do Partido Comunista e enviado para o exterior em 1929, onde perpetuou suas ações políticas contra o stalinismo.

Em 21 de agosto de 1940, um agente do NKVD (Comissariado do Povo dos Assuntos Internos) chamado Ramón Mercader invadiu a casa de Trótski nos arredores da Cidade do México e o golpeou com uma machadinha.

Trótski foi prontamente levado para o hospital, onde passou por uma cirurgia, mas acabou morrendo doze horas depois devido à perda de sangue e ao trauma na cabeça.

“Eu não sobreviverei a este ataque. Stálin finalmente cumpriu a tarefa que tentara sem sucesso antes”, teriam sido suas últimas palavras.

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail?
Clique aqui para assinar nossa newsletter.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.