Neste dia: Tsar Aleksandr 1º proibia as lojas maçônicas

Primeiras lojas apareceram na Rússia em meados do século 18

Primeiras lojas apareceram na Rússia em meados do século 18

A Grande Loja da Rússia
Sociedades representavam ameaça por vínculo com ideias revolucionárias.

As primeiras lojas maçônicas na Rússia apareceram no início da década de 1730. Entre os adeptos do movimento estavam figuras conhecidas russas, como Aleksandr Suvorov, Mikhail Kutuzov e Aleksandr Griboedov.

Inicialmente, o governo de Aleksandr 1º permitiu a existência de tais sociedades, mas o movimento logo vinculou-se a ideias revolucionárias.

Em 13 de agosto de 1822, o tsar emitiu uma ordem proibindo as sociedades e lojas maçônicas em território russo. As lojas maçônicas continuaram a funcionar secretamente até 1918, quando foram enfim abolidas pelo governo soviético.

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail?
Clique aqui para assinar nossa newsletter.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.