Neste dia: O submarino nuclear K-431 sofria acidente

Acidente foi mantido em segredo por muitos anos depois, e a área passou a ser um local de despejo de lixo nuclear da marinha soviética.

Acidente foi mantido em segredo por muitos anos depois, e a área passou a ser um local de despejo de lixo nuclear da marinha soviética.

US Navy
Embarcação explodiu durante reabastecimento na baía de Tchajma em 1985. Desastre foi mantido em segredo por anos.

Em 10 de agosto de 1985, um ano antes do desastre de Tchernóbil, a explosão de um reator ocorreu na baía de Tchajma, no Extremo Oriente Russo.

O reator nuclear do submarino Eco-II K-431 estava sendo aberto quando uma onda gerada por um torpedeiro próximo balançou o navio e fez com que  o combustível fosse expelido.

Isso, junto a erros humanos causaram uma massa crítica automática que levou a uma reação em cadeia. Uma explosão causou a liberação de radioatividade na baía de Tchajma.

Mais de 290 pessoas foram atingidas. O acidente foi mantido em segredo por muitos anos depois, e a área passou a ser um local de despejo de lixo nuclear da marinha soviética. 

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.