Arqueólogos encontram ossada de combatente pré-histórico

Cientistas estão especialmente interessados também no ritual de sepultamento desse corpo, já que o combatente segura um punhal e uma faca.

Cientistas estão especialmente interessados também no ritual de sepultamento desse corpo, já que o combatente segura um punhal e uma faca.

www.omskportal.ru
Descoberta foi feita durante a restauração de um edifício histórico em Omsk.

Uma ossada da Pré-História totalmente vestida com roupas de combatente e com um punhal foi encontrada durante os trabalhos de restauração de um edifício histórico na cidade de Omsk (mais de 2.000 quilômetros a leste de Moscou).

A idade da ossada, de acordo com os arqueólogos, é de cerca de 3.000 anos, no limiar entre a Idade do Ferro e a Idade do Bronze.

No local foram encontradas diversas covas, cinco delas com partes dos restos mortais preservados, de acordo com o site do governo da região federativa de Omsk.

Uma grande quantidade de enfeites, armas e outros objetos de bronze dão indícios de que o combatente ali enterrado era representante da aristocracia.

Os cientistas estão especialmente interessados também no ritual de sepultamento desse corpo, já que o combatente segura um punhal e uma faca, como se estivesse pronto para a luta, e próximo a si tem um machado.

As primeiras ossadas foram encontradas neste local ainda no final dos anos 1990, mas muitas delas foram danificadas durante a construção do edifício “Salamandra”, em 1912.

Assim, o Ministério da Cultura destacou um órgão de vigilância arquitetônica para os trabalhos de restauração em 2015.

Leia outras matérias da Gazeta Russa:

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.