Neste dia: Alemanha declarava guerra ao Império Russo

Propaganda alemã mostra tropas cruzando rio na frente oriental em 1916 (Foto: DPA/Global Look Press)

Propaganda alemã mostra tropas cruzando rio na frente oriental em 1916 (Foto: DPA/Global Look Press)

DPA/Global Look Press
Devido ao número de países envolvidos, e também de baixas, a Primeira Guerra Mundial, antes chamada de a Grande Guerra, foi um dos maiores conflitos militares que já existiram. Tanto é que foi somente após a Segunda Guerra Mundial que o confronto recebeu o nome pelo qual é conhecido hoje.

O acontecimento que desencadeou o início da Primeira Guerra Mundial foi o assassinato do arquiduque Francisco Fernando da Áustria-Hungria, em 28 de junho de 1914. O Império Austro-Húngaro e Alemanha utilizaram o pretexto para travar uma guerra na Europa.

No início, os austro-húngaros emitiram um ultimato ao Reino da Sérvia, que concordou com todas as condições, exceto uma. Os países, porém, começaram a mobilizar suas tropas e, um mês após o assassinato, o Império Austro-Húngaro declarou guerra à Sérvia. O governo russo respondeu de imediato, ressaltando que não permitiria a ocupação de um país eslavo. Em 31 de julho, o Império Russo deu início à mobilização de suas tropas, e a Alemanha respondeu com um novo ultimato: cessar o movimento de mobilização ou partir para o confronto. Foi então que, em 1º de agosto de 1914, a Alemanha declarou guerra ao Império Russo.

Nos anos seguintes, entretanto, o território russo sofreu diversas mudanças. Os representantes do governo soviético assinaram um acordo com as chamadas Potências Centrais do Tratado de Brest-Litovski, segundo o qual a então Rússia soviética abandonaria os compromissos assumidos com a Tríplice Entente (uma aliança militar entre o Reino Unido, a França e o Império Russo).

Em muitos países europeus, o Dia do Armistício, ou o Dia da Recordação, é comemorado em 11 de novembro, quando a guerra chegou ao fim. No entanto, na Rússia, essa data é celebrada todo dia 1º de agosto.

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail?
Clique aqui para assinar nossa newsletter.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.