11 erros épicos sobre a Rússia em filmes de Hollywood

11 epic fails in Hollywood movies that are related to Russia

11 epic fails in Hollywood movies that are related to Russia

Screenshot from film
Uma combinação aleatória de letras em cirílico é o suficiente para compor um nome? E o exército russo prefere velas a lâmpadas? É possível chegar ao Ártico usando um supercarro? Ah, quanta vergonha um consultor teria poupado aos estúdios de Hollywood!

1.“Independence Day” (1996)

O mundo encara a destruição iminente enquanto os americanos assistem às notícias da russas. Mas o programa de notícias ainda se chama “Notícias Centrais Soviéticas”, apesar de a URSS ter caído em 1991 (cheque aos 15:01 minutos).

 "Independence Day" / Imagem do filme "Independence Day" / Imagem do filme

Um mapa estranho da Rússia. “Novossibirsk” vira “Novosyoyrsk” e Moscou pula para os Urais. Ao invés de São Petersburgo, vemos Petrogrado, o nome da cidade entre 1914 e 1924.

"Independence Day" / Imagem do filme"Independence Day" / Imagem do filme

O quartel-general russo está instalado perto de uma igreja, e se é uma camuflagem, então porque esses aviões não estão cobertos? (Cheque em 1 hora e 42 minutos).  

"Independence Day" / Imagem do filme"Independence Day" / Imagem do filme

Na base militar, o exército russo, por algum estranho motivo, prefere velas a lâmpadas. Estamos de volta a 1914?

"Independence Day" / Imagem do filme"Independence Day" / Imagem do filme

2.“A Identidade Bourne” (2002) e “A Supremacia Bourne” (2004)

Estava tudo certo até que Bourne achou seu passaporte russo, aos 17 minutos do filme. Em russo, seu nome é escrito “Ащьф ЛШТШФУМ”, ou seja, “Ascshf LSHTSHFUM”. Que obviamente não significa nada. Mas na mente dos geniais criadores seria “Foma Kiniaev”. 

"A identidade Bourne" / Imagem do filme"A identidade Bourne" / Imagem do filme

Os cineastas tentaram consertar a cabeçada na sequência do filme, “A Supremacia Bourne”, mas alguma coisa tinha que dar errado de novo. Tem um “i” (и) sobrando em Kiniaev e “Moskvá” aparece escrita como em português, “Moscou”, quando o filme chega a 1 hora e 18 minutos.

"A Supremacia Bourne" / Imagem do filme"A Supremacia Bourne" / Imagem do filme

Em Moscou, Bourne procura uma garota, e uma mulher lhe dá seu endereço: “Rua Otradnaia, 16”. Se o pobre Bourne fosse mesmo procurar, estaria até hoje buscando a rua. À 1 hora e 24 minutos do filme.

"A identidade Bourne" / Imagem do filme"A identidade Bourne" / Imagem do filme

3.“RED: aposentados e perigosos” (2010)

Todo mundo sabe que na Rússia é sempre frio, motivo pelo qual vemos neve por todo lado quando Frank Moses se dirige à embaixada russa e Marvin veste um chapéu de inverno e uma parca. Além disso, o prédio da embaixada é decorado com um urso, obviamente. 

"RED: aposentados e perigosos" / Imagem do filme"RED: aposentados e perigosos" / Imagem do filme

Quando Moses entra no prédio, vemos muita coisa escrita na tela. Uma delas significa “análise cuidadosa” (Тщательный анализ). Não temos pista do que significa “sostrazanne” (e do por que significaria um índice de 45% desse bicho), além de “format direktivi”. Outras palavras ainda são um emaranhado tão grande de símbolos que são irreproduzíveis. 

"RED: aposentados e perigosos" / Imagem do filme"RED: aposentados e perigosos" / Imagem do filme

4.“Quarteto fantástico” (2005)

Os criadores de “Quarteto Fantástico” inventaram um nome tão fantástico quanto o quarteto para o navio: “Cabeça de dedão do pé” (Головка пальца ноги). Olhe lá à 1 hora e 37 minutos.

"Quarteto fantástico" / Imagem do filme"Quarteto fantástico" / Imagem do filme

5.  “Duro de Matar: Um Bom Dia Para Morrer” (2013)

No começo do filme, vemos o caso do filho de John McClane escrito em russo. Mas, claro, os roteiristas esqueceram que na Rússia escrevemos primeiro o dia, depois o mês, diferente dos americanos. 

"Duro de matar: um dia bom para morrer" / Imagem do filme"Duro de matar: um dia bom para morrer" / Imagem do filme

Os protagonistas decidem atravessar a fronteira russo-ucraniana despercebidos depois de arrombar, com uma barra de ferro, um carro Maybach (que no Brasil custa mais de um milhão de reais). Claro que ninguém perceberia, né? Ah, e o carro não tinha alarme também, provavelmente o dono não tinha dinheiro para essas firulas. Está tudo lá, aos 59 minutos do filme. 

"Duro de matar: um dia bom para morrer" / Imagem do filme"Duro de matar: um dia bom para morrer" / Imagem do filmeEntão eles chegam a Pripiat e dão de cara com uma placa dizendo: “Pripiat, população de 50 mil habitantes”. O único detalhe é que essa tradição de indicar a população nas placas é norte-americana, mas não russa e nem ucraniana. À 1 hora e dois minutos de filme.

"Duro de matar: um dia bom para morrer" / Imagem do filme"Duro de matar: um dia bom para morrer" / Imagem do filme

6. “Homem de Ferro 2” (2010)

A Rússia é parte integrante deste filme de super-heróis. Mas é quase certo que os roteiristas tenham se recusado a consultar um consultor em língua russa. Por exemplo, a tela mostra, ao invés de “ao vivo”, “agora” (Теперь), aos 17 minutos. Ali também aparece a legenda “Senadores dos EUA uma questão Tony Stark”, em vez de “Senadores dos EUA questionam Tony Stark”. 

"Homem de ferro 2" / Imagem do filme"Homem de ferro 2" / Imagem do filme

Já quando um grupo de robôs malvados aponta para visitantes de uma exposição, vemos uma tela em que se lê “alvo” e na qual está escrito em russo algo como “proíbe a passagem de acordo com as referências disponíveis no documento” (запрещает проход по ссылкам, имеющимся в документе). À 1 hora e 39 minutos.

"Homem de ferro 2" / Imagem do filme"Homem de ferro 2" / Imagem do filme

E depois vem o não menos questionável “Permite passagem de acordo com as referências disponíveis no documento” (разрешает проход по ссылкам, имеющимся в документе).

"Homem de Ferro 2" / Imagem do filme"Homem de Ferro 2" / Imagem do filme

7. “RocknRolla: A Grande Roubada” (2009)

No mundinho de Guy Ritchie, os oligarcas russos fazem negócios não só por palavras, mas as legendas em inglês nem sempre coincidem com o discurso dos atores “russos”. Por exemplo, “eu quero ficar de olho nessa cobra” vira “eu quero que você e o tsar fiquem de olho nela”. Que tsar?!?! Aos 49 minutos. 

"RocknRolla: a grande roubada" / Imagem do filme"RocknRolla: a grande roubada" / Imagem do filme

8. Salt (2010)

É claro que, ao fazer um filme sobre uma agente secreta russa gata, os produtores tinham que adicionar todo tipo de coisa com letras em cirílico. Mas a moça realmente tinha que que ter em cima da sua mesa na CIA uma bandeirola com os dizeres “Aos participantes dos combates na Tchetchênia”? Sério? É um milagre que a agente não tenha matrioshkas e balalaikas em casa para aliviar o 'homesick'. Aos 5 minutos e 26 segundos.

"Salt" / Imagem do filme"Salt" / Imagem do filme

No interrogatório de Orlov, o sobrenome Vassilievich vira o nome próprio Vassíli (agora composto, coisa que não existe na Rússia). Aos 9 minutos e 11 segundos.

"Salt" / Imagem do filme"Salt" / Imagem do filme

Uma bandeira russa é vista no helicoptero, aos  11 minutos, ao invés da soviética. Estamos falando de 1976.

"Salt" / Imagem do filme"Salt" / Imagem do filme

9.“Missão impossível: Protocolo fantasma” (2011)

A nova Rússia é tão bacanuda pelas lentes dos cineastas de Hollywood!  Veja essa prisão com iluminação decorativa que mais parece a do museu Hermitage. Aos 2 minutos e 14 segundos. 

"Missão impossível: protocolo fantasma" / Imagem do filme"Missão impossível: protocolo fantasma" / Imagem do filme

Vamos economizar nesta produção milionária não pagando uma centena de dólares, no máximo, a um consultor falante de russo? O letreiro no monitor de segurança é um emaranhado de letras! É russo, pronto! Aos 4 minutos e 28 segundos.

"Missão impossível: protocolo fantasma" / Imagem do filme"Missão impossível: protocolo fantasma" / Imagem do filme

Estamos em 2011, mas no centro de Moscou vemos um orelhão que custa dois copeques soviéticos. Aos 17 minutos e 45 segundos e aos 19 minutos e 38 segundos.

"Missão impossível: protocolo fantasma" / Imagem do filme"Missão impossível: protocolo fantasma" / Imagem do filme

Já este orelhão vira um equipamento de comunicações secretas e mostra a Tom Cruise seus novos documentos russos com o nome de “Anatóli Fiôdorov”, que irão ajudá-lo a penentrar no Kremlin (18 minutos e 37 segundos). 

"Missão impossível: protocolo fantasma" / Imagem do filme"Missão impossível: protocolo fantasma" / Imagem do filme

No Kremlin, porém, ele vira não Anatóli, mas “Aleksandr Samokhvalov”. Aos 22 minutos e 49 segundos. 

"Missão impossível: protocolo fantasma" / Imagem do filme"Missão impossível: protocolo fantasma" / Imagem do filme

De novo, notícias intrigantes da Mãe Rússia. Alguém aí sabe o que diabos seria “Red Stchuare” (Ред Счуаре)? Aos 36 minutos e 25 segundos.

"Missão impossível: protocolo fantasma" / Imagem do filme"Missão impossível: protocolo fantasma" / Imagem do filme

A gente só fica imaginando se todas as malas secretas têm as palavras “Status da ogiva nuclear russa”...

"Missão impossível: protocolo fantasma" / Imagem do filme"Missão impossível: protocolo fantasma" / Imagem do filme

O alfabeto russo tem 33 letras, mas o teclado do vilão só tem 29. À 1 hora, 49 minutos e 18 segundos.

"Missão impossível: protocolo fantasma" / Imagem do filme"Missão impossível: protocolo fantasma" / Imagem do filme

10.“Velozes e Furiosos 8” (2017)

Caras legais, perseguições e a oitava parte da famosa série de filmes. Esses pilotos vão ao Ártico russo, à desconhecida área de Vladovin. Claro, o melhor jeito de chegar lá é com um supercarro vermelho. À 1 hora, 29 minutos e 45 segundos. 

"Velozes e furiosos 8" / Imagem do filme"Velozes e furiosos 8" / Imagem do filme

Por que diabos eles escreveram “perigoso” no helicóptero? À 1 hora e 31 minutos. 

"Velozes e furiosos 8" / Imagem do filme"Velozes e furiosos 8" / Imagem do filme

11.“De volta ao jogo” (2014)

Nossa lista termina com este suspense. Alguém sabe por que a máfia russa se refere a Wick como “Bába Iagá”? É estranho que o apelido do assassino seja uma homenagem à bruxa de um antigo conto de fadas que vive em uma floresta e come criancinhas. 

"De volta ao jogo" / Imagem do filme"De volta ao jogo" / Imagem do filme

A gente esqueceu de algo? Comente aí embaixo, estamos loucos para prolongar a lista!

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.