Russos celebram 30 anos do filme “De volta para o futuro”

Carro usado por protagonista para viajar pelo tempo tem fãs e exemplares na Rússia

Carro usado por protagonista para viajar pelo tempo tem fãs e exemplares na Rússia

kinipoisk.ru
Flashmob e maratona de filmes são algumas das ações programadas pelo país para comemorar os 30 anos da trilogia clássica “De Volta Para o Futuro”, protagonizada pelos atores Michael J. Fox e Christopher Lloyd.

Os heróis do filme “De Volta Para o Futuro 2” deixam sua casa em outubro de 1985 e chegam, por meio de uma máquina do tempo, em 21 outubro de 2015 a fim de tirar os seus futuros filhos de problemas. Não é à toa, portanto, que a trilogia ganhará nesta quarta-feira (21) celebrações especiais em diversas cidades da Rússia. 

Em Tver, por exemplo, os participantes do flashmob “Olá, Marty. Nós somos o futuro!” irão se concentrar na praça central cidade vestindo roupas dos personagens e sobre DeLoreans de 1981. O objetivo é nada menos que esperar a chegada de Marty McFly, o protagonista do filme.

O personagem aparecerá em uma máquina do tempo a partir de 1985, exatamente às 19h29 (horário local), de acordo com o roteiro do evento, baseado no “De Volta Para o Futuro 2”. Mais de 200 pessoas confirmaram presença.

“Queremos mostrar que o futuro das pessoas estão nas próprias mãos e o que se pode fazer hoje não deve ser adiado para amanhã. Com isso em mente, vamos angariar fundos para o tratamento de Madleni Romanovitch, uma menina com paralisia cerebral”, dizem os organizadores.

Já os fãs de Moscou, preparam uma noite agitada no cinema. “Vamos assistir a trilogia para, em seguida, discutir a noite toda sobre as reais possibilidades de viagem no tempo”, afirma Diana Petrenko, uma das aficionadas pelo filme. “Assisto a esses filmes desde criança e tenho até uma regra: se estou mal, vejo ‘De volta para o futuro’. É uma obra que mostrarei a meus filhos.”

O futuro para a então geração da década de 1980 era diferente. Até hoje não foi possível produzir em massa skates voadores, sobre os quais andava qualquer adolescente que se prezava no filme.

“De fato, esse skate faz falta. Outra coisa do filme que seria legal ter na realidade era a pílula em que a avó colocava no micro-ondas e logo surgia um peru”, fantasia Diana.

Máquinas do tempo

Diversas empresas multinacionais tentaram projetar o skate voador, entre elas a Lexus. Os chamados “hoverboards”, porém, só eram capazes de flutuar sobre pisos com supercondudores e ímãs especiais.

Também os cientistas russos se aventuraram a recriar o skate usando fitas supercondutoras SuperOx, de fabricação nacional.

Gozando de semelhante fama, o DeLorean, no qual Marty McFly viajou através do tempo, possui alguns exemplares na Rússia. Um deles é do empresário Oleg Kárpov, de Nijni Novgorod, que comprou sua “máquina do tempo” no eBay, trocou todo o forro do interior e acrescentou um sistema de áudio ao veículo.

“Achei legal a ideia de dirigir o carro no qual andou Marty McFly. Realizei um sonho. E olha que o carro estava jogado em um galpão e fedendo”, conta Kárpov, acrescentando que as pessoas sorriem ao vê-lo dirigindo um DeLorean.​


DeLorean no autódromo de Sôtchi Foto: Assessoria de Imprensa

 

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.