Aeroporto Cheremetievo ganha biblioteca virtual gratuita

A primeira biblioteca virtual “SVOya” disponibiliza imagens estilizadas de estantes de livros nas áreas de controle de passaporte. Foto: Lori / Legion Media

A primeira biblioteca virtual “SVOya” disponibiliza imagens estilizadas de estantes de livros nas áreas de controle de passaporte. Foto: Lori / Legion Media

Projeto disponibiliza download de mais de 100 livros em russo para funcionários e passageiros do Aeroporto Internacional Cheremetievo, na capital russa.

 

Desde quinta-feira (16), as pessoas que trabalham ou transitam pelos terminais C, D, E e F do Aeroporto Internacional Cheremetievo, em Moscou, poderão fazer download de livros em russo sem pagar nada.

A primeira biblioteca virtual “SVOya” disponibiliza imagens estilizadas de estantes de livros nas áreas de controle de passaporte. Para acessar e fazer o download das obras, o usuário deve portar um smartphone que leia códigos QR (espécie de código de barras que pode ser lido pela câmera do aparelho).

Atualmente, a biblioteca virtual contém 108 livros em russo, entre obras de literatura clássica e contemporânea. 

O projeto, que inclui ainda 16 salas de leitura improvisadas, estará disponível até o final de 2015. Os livros também pode ser acessados através do site da iniciativa.

O autor de ficção científica Dmitry Glukhovsky, cujos livros “Metro 2033”, “Metro 2034” e “Metro 2035” viraram best-sellers na Rússia e no exterior, participou do lançamento do projeto no aeroporto Cheremetievo.

A biblioteca foi organizada com o apoio do União Russa de Livros, da editora Eksmo e da livraria on-line LitRes.

 

Publicado originalmente pelo site oficial do Ano da Literatura na Rússia

 

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.