Músicos russos e ucranianos cantam juntos contra a guerra

Declaração contra o conflito armado no leste ucraniano foi feita por artistas de Tcheliabinsk e da capital ucraniana Kiev em colaboração com Rudy Rotta, guitarrista italiano de blues.

A cidade russa de Tcheliabinsk sediou o lançamento do vídeo musical "As Mulheres Estão Cansadas de Dar Luz a Soldados", uma declaração contra o conflito armado no leste ucraniano criada por artistas de Tcheliabinsk e da capital ucraniana Kiev em colaboração com Rudy Rotta, guitarrista italiano de blues. Os cantores russos e ucranianos dividiram a letra da música, interpretando-a nos seus respectivos idiomas.

O projeto nasceu na época do verão russo, no auge do conflito militar em solo ucraniano, e foi apoiado por cerca de 300 pessoas, como as bandas Ariel e Bratia Enótovi, da região sul dos Montes Urais, pelo cantor e compositor Harry Ananasov, pela Revenko-Band, de Kiev, assim como por Rotta, que participou das gravações sem qualquer remuneração.

De acordo com informações da emissora de televisão Pérvi Oblastnoi Kanal, o vídeo foi gravado em Tcheliabinsk e na cidade italiana de Verona, contando com a colaboração de voluntários, inclusive dos refugiados do leste ucraniano, no momento residentes na unidade federativa de Tcheliabinsk.

Segundo Iúri Bogatenkov, autor da letra da música criada ainda em 1988, o projeto é uma manifestação contra a guerra no seu sentido mais amplo, que, portanto, não refere-se a nenhum conflito real.

"Lembro-me que na época em que a canção saiu do papel, acompanhávamos as notícias das crises militares na Armênia e em Nagorno-Karabakh", lembra o autor.

A sequência de imagens gravadas na Ucrânia reúnem-se com cenas cinematográficas que mostram crianças desenhando no asfalto com giz, músicos tocando guitarra com as paisagens urbanas no fundo e retratos das famílias feitos antes do início da guerra. Nas cenas finais, balões das cores das bandeiras ucraniana e russa partem para o céu.

Fonte: YouTube

"Não pensamos duas vezes quando recebemos dos nossos colegas de Tcheliabinsk um convite para a participação do projeto que abordava os assuntos de guerra e violência", contou Aleksêi Revenko, líder da Revenko-Band em entrevista à agência de informação Ural­Polit.Ru.

"Atualmente, há muitas mortes no leste ucraniano devido ao conflito, porém ninguém conhece uma maneira de terminar este pesadelo que causa tanta tristeza e dor. Precisamos encontrar uma maneira de chamar a atenção da sociedade para acabar com essa violência", acrescenta.

Pelo fim das agressões

Mikhail Veksel, responsável pela direção do vídeo, ressaltou a ausência de qualquer apelo político no conceito do projeto, com a exceção de um –impedir a continuação da agressão.

"Sou de nacionalidade ucraniana, tenho parentes em Kiev e na região de Zaporojie. Estou muito triste de observar o resultado positivo das ações alheias que visam criar inimizade entre os povos russo e ucraniano", explica Vadim Krasiuk, vocalista da banda Brátia Enótovi.

"O objetivo do nosso projeto é reunir as pessoas por meio da música. Estou muito feliz de ver os representantes das cidades de Tcheliabinsk e Kiev, sem falar do nosso amigo italiano, cantarem juntos. A arte vencerá a guerra."

A produção do vídeo iniciada em Tcheliabinsk em 29 de julho terminou no início de setembro em Verona, onde foi gravado o solo de guitarra de Rudy Rotta.


Publicado originalmente pelo Newsru.com

 

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.