Designer russa conquista o mundo de alta-costura

As coleções da Uliána Sergueenko são feitas de combinações extraordinárias de discrição e sensualidade e marcam a sua presença nas passarelas com os looks incluindo saias volumosas que chegam até o tornozelo.

A última Semana de Moda em Paris contou com a participação da recém-criada grife russa Uliána Sergueenko, cuja coleção inspirada na Ásia Central agradou muitos críticos da indústria fashion.

A marca é uma novidade no mundo de moda. Apesar de a sua primeira coleção ter sido apresentada nas passarelas apenas em 2011, a grife já conseguiu conquistar um lugar na lista das melhores marcas mundiais, tais como Chanel e Balenciaga, enquanto a sua criadora, Uliána Sergueenko, recebeu os apelidos da Dama Russa, Matriochka e "ícone de estilo à moda russa".

Foto: Ekaterina Tchesnokova/RIA Nóvosti

O caminho para o sucesso da garota ambiciosa natural da cidade cazaquistanesa de Ust-Kamenogorsk foi iniciado logo após o casamento com o milionário Daniil Khatchaturov. A recém-casada entrou na alta sociedade russa e começou a frequentar uma grande variedade de eventos de moda que contribuíram para o seu futuro crescimento profissional. Os modelos complexos e autênticos, o estilo impecável e a atitude da nova designer ajudaram-na a conquistar fama internacional.

As coleções da Uliána Sergueenko são feitas de combinações extraordinárias de discrição e sensualidade e marcam a sua presença nas passarelas com looks incluindo saias volumosas que chegam até o tornozelo, blusas com golas altas que permitem criar uma imagem sofisticada acrescentando um batom vermelho e lenço amarrado no pescoço, objetos de frequentes elogios e admiração das revistas de moda. Não é difícil de acreditar que o trabalho da Uliána, a proprietária da marca, é parcialmente responsável pelo interesse da comunidade mundial no estilo à moda russa e no estilo russo retrô.

Sob encomenda

A grife nasceu das peças feitas sob encomenda para o uso pessoal da própria designer ou de roupas vendidas nas lojas comuns que foram personalizados através do acréscimo de alguns componentes decorativos. Hoje em dia, a lista dos clientes da Uliána inclui muitos nomes famosos, tais como Lady Gaga, Sarah Jessica Parker, Anna Dello Russo, Carine Roitfeld, Natalia Vodianova e Miroslava Duma, entre outras.

Foto: Getty Images/Fotobank

Segundo própria designer, ela sempre procurou vestir roupas da melhor qualidade.

"Tenho um interesse em moda há muito anos. Na infância, eu sonhava usar as roupas de alta-costura. Mas naquela época eu não podia nem imaginar que uma parte delas teria uma ligação com o meu nome ou que os meus sonhos se tornariam realidade. O que aconteceu foi apenas uma mágica", conta ela.

A atitude dos compatriotas para com Uliána Sergueenko varia da admiração ao desprezo.  Alguns a consideram uma rica dona de casa, enquanto outros reconhecem o seu talento.

Os especialistas estrangeiros, sem levar em consideração sua classe social e avaliando apenas as suas qualidades profissionais, não conseguem chegar a um consenso. Alguns lamentam a teatralidade excessiva das suas coleções e comparam as peças com objetos de madeira, enquanto outros reconhecem a originalidade dos itens e a capacidade da designer de apresentar uma versão tão harmoniosa do seu país.

Foto: Iliá Pitalev/RIA Nóvosti

A primeira coleção da grife foi inspirada nas “páginas imaginárias da edição soviética da revista Vogue dos anos 50", afirma Sergueenko. Os espectadores, autores de blogs e compradores de roupas presentes no primeiro desfile ficaram impressionados com os vestidos justos, casacos de pele, suéteres e bolsas carteiras.

A segunda coleção chamou ainda mais a atenção com os seus looks tradicionais à moda soviética, mas destacados pelos detalhes do estilo camponês, tais como as saias volumosas, chapéus de palha ou modeladores sensuais com detalhes em chiffon. Desde então, a grife é famosa pelos seus vestidos longos, lenços, combinações complexas de cores, assim como pelo seu "estilo russo" marcante.

Hoje em dia, as roupas da designer podem ser vistas tanto nas celebridades russas quanto nas estrelas internacionais, tais como Dita von Teese. No seu recente vídeo musical “Haunted”, a cantora americana Beyoncé veste um modelador de veludo com o colarinho de bofes brancos da coleção outono/inverno da grife. Para o seu vídeo “Jealous”, a cantora escolheu uma pelerine de croché criada por 15 costureiras da cidade de Vologda. Em apenas dois anos, Uliána conseguiu conquistar um grande sucesso e continua agitando o mundo de moda com os seus looks originais, permanecendo assim, na opinião de muitos, a melhor propaganda para a sua própria marca.

"Haunted"

Fonte: YouTube

Um modelador preto de veludo com colarinho branco da coleção outono/inverno 2013/2014 da grife foi usado pela estrela no vídeo.

"Jealous"

Fonte: YouTube

Ao longo de dois meses, quinze funcionários especializados em técnica da croché de Vologda foram envolvidos na criação da pelerina preta encomendada pela cantora para o seu vídeo. Todos os componentes da peça foram feitos de uma maneira separada e foram reunidos no final do processo.

 

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.