Cinco segredos do "BBB"

Lojas caras obrigam a russas a buscarem alternativas na hora de se vestir Foto: Reuters

Lojas caras obrigam a russas a buscarem alternativas na hora de se vestir Foto: Reuters

Calejadas por crises econômicas, russas desenvolveram técnicas para comprar roupas boas, bonitas e baratas.

Em meio a crise econômica de cinco anos atrás, mais de metade dos russos pararam de comprar roupas de marca. Com o país assolado por uma onda de demissões, a preocupação com a aparência passou para segundo plano. As mulheres russas tiveram, então, que recorrer a segredos e dicas de como se vestir bem com o mínimo de dinheiro.

No pós-crise, o país se recuperou rapidamente, e as pessoas se cansaram de poupar dinheiro. Apesar de novas lojas brotarem pelas principais cidadãs russas, as peças mais elegantes e de melhor qualidade só eram acessíveis para poucos. A maior parte das russas tinham mesmo que improvisar. E quais são os segredos usados até hoje para comprar peças de qualidade por um preço acessível?

Segredo 1: Combine com tudo

A russa prefere usar coisas que combinem “com tudo” e entre si. Isto explica a grande porcentagem de artigos devolvidos às lojas. Nem sempre é possível escolher o tom certo e a textura do cardigan que combine bem com a saia de primavera e com as calças de lã. Por isso, os modelos básicos são tão populares: desde a roupa de malha até as peças mais comuns do vestuário. Assim elas podem durar anos e não vão ficar penduradas no armário à espera de sua hora.

Segredo 2: Velho de novo

Se surgir a necessidade de criar uma imagem mais moderna, o que não falta nas lojas são acessórios de todas de todos os preços. As russas recorrem constantemente a este truque, isto é, usam a mesma jaqueta durante anos mas vão criando um novo look com cachecóis, lenços e bolsas. Falando em bolsas, elas são geralmente usadas a qualquer hora e em qualquer lugar. Mesmo no playground é difícil encontrar uma mãe sem uma mochila ou sacola no ombro.

Foto: Getty Images/Fotobank

Segredo 3: Amor por vestidos

Substituir saias e blusas caras por vestidos é sempre uma boa solução na Rússia. Os vestidos permitem criar visual mais refinado sem a necessidade de muitos acessórios. O amor das russas por vestidos tem também uma origem irracional, já que esses modelos tornam as russas femininas e naturalmente atraentes.

Foto: Getty Images/Fotobank

Segredo 4: “Costurou, tá novo!”

O quarto segredo irá colocar muitas brasileiras em estado de choque: a maioria das russas não joga fora os collants de nylon rasgados. Em vez disso, elas costuram-nos cuidadosamente e continuam a usá-los sob as calças. Vestir as calças diretamente sob a pele no inverno e no outono pode facilmente acabar em resfriado. Além disso, poucas são as mulheres que podem se dar ao luxo de comprar um par novo de collants todas as vezes que algum rasga. É verdade que grande parte das russas não conhece o conceito de “conjunto de lingerie”, de modo que a parte de cima e de baixo não precisam combinar entre si. Como o sutiã costuma durar bem mais do que as calcinhas, ele pode muito bem ser adaptado com outras partes de baixo novas.

Foto: PhotoXPress

Segredo 5: Local das compras

Na Rússia, assim como no Brasil, as lojas costumam ser caríssimas – sobretudo de grandes estilistas. Se não possui a sua própria jazida de ouro, será simplesmente impossível comprar em uma loja aquela jaqueta original ou sapatos Valentino. E é então que se recorre a compras on-line em lojas estrangeiras e às liquidações por temporada. Mesmo assim, muitas mulheres ainda preferem ir à Europa a fazer comprar nos outlets e liquidações locais. As lojas de segunda mão também têm boas opções, já que senhoras endinheiradas costumam entregar roupas que não têm mais lugar em seu guarda-roupa pessoal. Muitas vezes, são peças novinhas em folha e algumas vêm ainda com a etiqueta.

Foto: ITAR-TASS

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.