Halloween à russa

Trajes tipicamente russos podem ser adaptados para montar fantasia de Halloween Foto: Alamy/LegionMedia

Trajes tipicamente russos podem ser adaptados para montar fantasia de Halloween Foto: Alamy/LegionMedia

Cansou de se vestir de Coringa, bruxa ou qualquer outro vilão manjado? Este não vai ser um guia passo-a-passo sobre como criar um verdadeiro “kokochnik” (tradicional chapéu feminino), mas trará alguma inspiração sobre aproveitar a festa do Dia das Bruxas no estilo russo.

Criar uma fantasia de Halloween com inspiração russa pode ser uma tarefa simples ou complicada – tudo depende da expectativa. Se você não tem muito tempo para fazer costurar ou fazer qualquer trabalho manual, basta seguir algumas ideias que beiram o senso comum.

O jeito mais fácil é comprar uma camisa de hóquei do Ovechkin e vesti-la com um chapéu de pele. Você também pode começar a se preparar desde já e deixar crescer uma autêntica barba com bigode – como se sabe, os russos usavam machados para se barbear e, por isso, deixavam a barba crescer bastante antes deixar o rosto liso novamente.

Para aprimorar o visual, pegue uma garrafa vazia de vodca, preencha-a com água e impressione a todos com sua extraordinária habilidade de encher a cara: beba direito da garrafa e dê, pelo menos, três ou quatro goles grandes. Não tente, porém, fazer isso com uma garrafa de vodca de verdade, pois nem mesmo os russos são capazes de extremos no Halloween.

Quem quiser mostrar sua paixão pelos ideais comunistas, basta se vestir de vermelho: calça, camisa e chapéu da mesma cor. Ou também é possível colocar roupas de qualquer cor, desde que acompanhadas de uma grande estrela vermelha no centro. A foice e o martelo amarelos também pode ser aplicados em qualquer lugar de sua fantasia para acrescentar aquele inesquecível “toque comunista”. Aproveite para fazer uma pequena ogiva nuclear com papel machê e ameace todos os capitalistas que estiverem por perto.

Os trajes complicados também vão exigir mais criatividade. Para começar, você deve tentar incorporar algum elemento tipicamente russo. Uma fantasia de urso? Não, isso é muito fácil e você pode deixar para as crianças. Tente se vestir como o famoso drinque “White Russian”, por exemplo. Coloque em um vestido com duas camadas das tradicionais cores da bebida e não se esqueça de acrescentar um canudão de mentira sobre sua cabeça. Uma panqueca recheada com caviar também funciona como fantasia. Use cobertores tingidos para imitar a panqueca, e balões vermelhos ou pretos meio vazios para fazer o efeito de caviar.

Você também pode se vestir como uma tradicional babuchka (avó, em russo) ou como as famosas bonecas matriochkas. Não há grande diferença entre as duas, já que a típica babuchka se assemelha com tais bonequinhas de madeira. Usar um modelo de satélite (sim, a palavra russa “sputnik” significa satélite), pode ser um ideia tão original quanto complexa. Mas a alternativa também pode ser um traje espacial.

A fantasia de espião russo também é uma boa opção. Para imitar Anna Chapman, a espiã russa mais conhecida da atualidade, use uma peruca vermelha e algum tipo de roupa provocante. E evite ser confundida com uma espiã de qualquer outro país, acrescentando uma bandeirinha russa em alguma parte do traje – ou até mesmo o já citado símbolo da foice e martelo. Embora não seja nem preciso mencionar que os espiões de verdade não costumam adicionar esses detalhes óbvios aos seus guarda-roupas.

Agora, se você gosta de história e roupas étnicas, vestir-se como um tradicional camponês russo do século 17 é a sua cara – não só vai demonstrar o seu gosto requintado, mas a própria fantasia é fácil de fazer. Pegue uma camisa branca de manga comprida, rasgue um pouco sua gola no lado esquerdo do peito (e não no centro) e costure listras vermelhas (com algum ornamento ou não) nas bordas do corte. Também é legal acrescentar listras vermelhas na bainha e nas mangas da camisa. Arranje uma faixa vermelha larga que se assemelhe com um cinto, coloque calças pretas simples, botas altas e um quepe.

 

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.