Adjika, molho das montanhas da Abecásia, dá outro sabor a pratos russos

Um dos molhos mais populares utilizado como complemento aos pratos russos, depois da maionese e da mostarda, é o adjika Foto: divulgação

Um dos molhos mais populares utilizado como complemento aos pratos russos, depois da maionese e da mostarda, é o adjika Foto: divulgação

Se a cozinha russa é muito branda para seu paladar, apimente seus pratos com o sutilmente temperado molho das montanhas da Abecásia.

Depois de viver tanto tempo na Índia, eu amo comida indiana apimentada.  Os sabores do frango apimentado estilo Andhra, masala papad do norte e peixe ao curry kerala me dão água na boca. Países quentes como a Índia historicamente desenvolveram pratos fortes ­–a  comida apimentada faz suar e ajuda o corpo a se esfriar. Utilizar muitas especiarias também ajuda a preservar a comida por mais tempo em clima quente.

Também há uma diferença na linguagem referente ao que as pessoas consideram como comida apimentada. Em russo, a palavra "ostro" significa apimentado. A palavra "apimentado" em inglês significa algo temperado com pimenta verde ou com pimenta vermelha em pó. Enquanto em russo essa palavra descreve não só comida com pimenta, mas também com alho cru, rabanete-de-cavalo ou vinagre.

Um dos molhos mais populares utilizado como complemento aos pratos russos, depois da maionese e da mostarda, é o adjika. Trata-se de um molho bastante picante à base de tomate, temperado com alho, pimenta vermelha e ervas. Como você pode notar pelo nome, a origem não é russa. Ele vem da região do Cáucaso chamada Abecásia (república autônoma no noroeste da Geórgia que declarou independência em 2008). A palavra adjika vem da palavra sal em abecásio.

Nas vilas distantes nas montanhas da Abecásia, velhinhas moem temperos para o adjika numa pedra. O sabor é divino, já que as ervas são secas no ar fresco das montanhas da região e depois moídas à mão. Não é fácil perceber o que compõe o sabor original desse molho. Eles dizem conter pimenta, coentro, manjericão, aipo, endro, alho, óleo de noz, açafrão, sal e água.

O sabor original do adjika é diferente do que nós temos na Rússia. Pratos tendem a mudar de acordo com o paladar de certo país. Eu não provei o adjika original, mas tomo a iniciativa de compartilhar a receita.

Adjika

Ingedientes:

Rende cerca de 2,5 litros de molho, mas você pode diminuir a quantidade e usar uma panela de pressão para economizar tempo.

1,7 kg de tomate

250 gramas de pimentão

250 gramas de cenoura

150 gramas de cebola

100 gramas de alho

Pimenta a gosto

50 ml de óleo

100 ml de vinagre

1/4 de xícara de açúcar

1/8 de xícara de sal

Ervas a gosto (orégano, tomilho ou coentro)

Preparação:

1. Lave os tomates, o pimentão e a cebola; bata no liquidificador. A cor do molho deve ser vermelho vivo. Estamos usando pimentão vermelho. Na índia, pimentão vermelho não é facilmente encontrado ou é muito caro. Quando usamos pimentão verde, a cor do molho será mais clara, mais próximo do laranja.

2. Ferva a mistura e cozinhe por 30 minutos; adicione alho picado, pimenta, açúcar, temperos e sal e cozinhe por mais 1 hora.

3. Adicione óleo e vinagre.

O adjika está pronto para ser engarrafado. Você pode mantê-lo na geladeira por muitos meses. Esse molho é excelente para pratos grelhados não vegetarianos, como molho para vegetais, salgadinhos industrializados ou bolinhos de massa.

 

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.