Outono é época perfeita para conhecer interior russo

Quadro de Isaak Levitan "Outono dourado" (1895)

Quadro de Isaak Levitan "Outono dourado" (1895)

A viagem começa no trem elétrico, mais vazio que durante o verão, a época de férias para os proprietários das datchas russas, no banco de madeira pouco confortável do lado da janela. Sentados, mergulhamos na atmosfera do outono.

Outono russo é uma época chuvosa, de reflexões sobre a vida, inspiração poética e observação voltada para a natureza. 

O vocalista da DDT, famosa banda de rock russa, canta: "Outono é o céu. O céu que chora debaixo dos meus pés."

Na Rússia, a chegada do outono traz as chuvas, reflexões sobre a vida e o sentimento de solidão.

O céu cinzento cobrindo a cidade, rostos sombrios de pessoas, pés molhados e guarda-chuvas esquecidos nos ônibus são os primeiros sinais do fim de verão e da breve chegada do inverno.

Na Rússia, o outono não é a época de fazer planos para o futuro. "Não adianta, temos que esperar até o final do ano", lamenta um casal de jovens esperando a passagem de uma chuva inesperada debaixo da cobertura da parada de ônibus.

No entanto, alguns moradores preferem usufruir das vantagens que a estação oferece e fazem pequenas viagens para as florestas locais a fim de colher cogumelos e frutas selvagens. Aleksêi, um motorista de 54 anos, diz: "Minha esposa e eu temos uma tradição de viajar para os nossos lugares preferidos na região de Achukino, que fica a uma distância de 35 quilômetros de Moscou."

Na época da União Soviética, a maioria da população passava muito tempo nas florestas colhendo as suas oferendas naturais Foto: RIA Nóvosti

A correspondente da Gazeta Russa acompanhou os leitores em um passeio fora da cidade.

A viagem começa no trem elétrico, mais vazio que durante o verão, a época de férias para os proprietários das datchas russas, no banco de madeira pouco confortável do lado da janela. Sentados, mergulhamos na atmosfera de outono.

A vista da cidade com seus edifícios semelhantes fica para trás, e começa o subúrbio com o visual também nada animador. As circunferências das árvores úmidas e seminuas brilham nos raios fracos do sol e tentam se esconder com poucas folhas restantes da cor amarela. Lembramos as famosas palavras dos clássicos russos, cada um dos quais tem a sua própria visão de outono.

"Época triste! Encanta meus olhos!

A beleza da sua despedida me agrada...", diz o poeta russo Aleksandr Puchkin.

Chegamos à nossa estação e começamos uma caminhada pelo campo de trigo e logo estamos na orla da floresta. Aqui as árvores ainda não perderam suas folhas, porém, o ar fresco e úmido não deixa nenhuma dúvida sobre a presença do outono. As longas chuvas e mudanças bruscas de temperatura já ficaram no passado, iniciando a melhor época para colher a safra.

"A água caindo do céu faz com que os cogumelos nas florestas cresçam mais rápido, portanto, o melhor momento de colhê-los é justamente após uma chuva", explica Andrêi. Esse fenômeno natural deu a origem ao provérbio russo "como os cogumelos após a chuva", que significa o aparecimento brusco de algo numa grande quantidade.

Na época da União Soviética, a maioria da população passava muito tempo nas florestas colhendo as suas oferendas naturais, conservadas e guardadas para o consumo durante o inverno e primavera. Hoje em dia, devido a maior variedade de alimentos industrializados, apenas os verdadeiros apreciadores de natureza fazem viagens para as florestas locais, cuja atmosfera encanta: em silêncio absoluto, as gotas de chuva batem nas folhas e ramos das árvores, mas não atingem as pessoas embaixo.

Canção da DDT "O que é outono"

O solo está coberto com uma camada densa de folhas caídas misturadas com as acículas dos pinheiros que trazem a sensação de uma caminhada pelo tapete macio. As circunferências das árvores voltadas para o Norte estão cobertas com musgo de cor verde-escuro, que parece quente e macio, mas ao tocar se prova frio e repugnante. Uma caminhada pela floresta na época de outono permite esquecer os problemas cotidianos e refletir sobre a vida e os erros cometidos.

A quantidade de cogumelos colhidos pouco importa, o verdadeiro motivo dos passeios campestres é passar um tempo só, um luxo para os moradores das grandes cidades. Pegamos um trem de volta e vemos as pessoas viajando em silêncio mergulhadas nos próprios pensamentos, algumas com cestas cheias de cogumelos.

No entanto, alguns dias se passam e o tempo úmido e deprimente se transforma no verão indiano. Muitos consideram esse fenômeno a melhor parte da estação. Evguêni, professor universitário de 34 anos, diz: "Após longos dias de frio e chuva, a natureza nos presenteia com um pouco mais de sol e calor. Durante o verão, não damos valor a estes momentos, no entanto, o frio do outono nos faz apreciá-los de verdade".

O sol baixo da estação esquenta mais que na primavera e faz lembrar os dias de verão felizes e quentes. Mas o outono volta a se manifestar no final de setembro, esfriando a terra e o ar e fazendo com que as pessoas voltem para suas casas, tarefas cotidianas e reflexões sobre a vida.

E logo chega o inverno.

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.