Super-herói Pútin enfrenta zumbis em novo game para celular

Jogo estará disponível a partir de 31 de outubro para as plataformas iOS e Android Foto: Itar-Tass

Jogo estará disponível a partir de 31 de outubro para as plataformas iOS e Android Foto: Itar-Tass

Uma horda errante de mortos vivos – seguidores de um culto maligno liderado pelo místico russo Raspútin – atacam uma coletiva de imprensa e tentam exterminar o presidente russo Vladímir Pútin. Com a ajuda de um companheiro americano, o durão Mike, o líder russo enfrenta a infinidade de zumbis com sagacidade, estilo e, por incrível que pareça, uma caneta.

Pútin incorpora um super-herói no novo jogo para dispositivos móveis “You don't mess with Putin” (“Não se meta com Pútin”, em tradução livre), que será lançado no Halloween (ou Dia das Bruxas) deste ano.

“O papel é perfeito para o presidente russo”, disse o programador belga e desenvolvedor do jogo Michele Rocco Smeets à agência RIA Nóvosti. “Pútin tem essa imagem de durão e não tem medo de botar a mão na massa. Ele caça, monta a cavalo e atira. Um líder deve ser forte e, na minha opinião, Pútin é o único líder mundial que realmente corresponde a essa imagem”, continuou Smeets.

Embora Pútin desempenhe o papel de mocinho em “You don't mess with Putin”, o jogo não reflete qualquer ponto de vista político. “Não estou apoiando o socialismo – apenas gosto do cara [Pútin] como pessoa e como líder”, ressaltou o desenvolvedor.

No game, Pútin realiza uma coletiva de imprensa para exigir a ocidentalização da indústria de videogames da Rússia. Nesse momento, um exército de zumbis ataca a reunião e mata todo mundo, exceto o presidente e um especialista em jogos eletrônicos dos EUA, Mike, que atua como segundo personagem caso haja mais um segundo jogador para lutar contra os mortos-vivos.

Smeets gosta de se basear livremente em acontecimentos atuais – uma tática que ajuda a aumentar o número de download, garante ele. A ideia de “You don't messe with Putin” foi originalmente concebida com o presidente dos EUA, Barack Obama, como protagonista. O confronto seria travado contra seu adversário político Mitt Romney durante as eleições presidenciais de 2012 nos Estados Unidos. Romney, aliado ao diabo e furioso por estar perdendo a eleição, atacaria Obama com sua horda de zumbis vingativos. Infelizmente, Smeets não conseguiu finalizar o jogo antes do fim das eleições e , por isso, teve dar nova cara ao projeto.

 “O diálogo do jogo é cheio de frases baseadas em coisas que o presidente russo disse na vida real”, contou Smeets. Por exemplo, depois apunhalar um zumbi com um instrumento de escrita contundente, Pútin diz “Devolva a minha caneta!”, em alusão  à frase dita pelo líder russo ao oligarca Oleg Deripaska em 2009.

Na ocasião, Pútin estava em visita à cidade russa de Pikaliovo, que passava por dificuldades, e atirou uma caneta contra o proprietário da Deripaska, ordenando-lhe a assinar um acordo para reiniciar as atividades da usina, antes de lembrar o magnata que era preciso devolver a sua caneta.

A presente versão do game é também uma paródia do popular “Call of Duty: Black Ops: Zombies”, que foi lançado pela primeira vez em 2011 e, recentemente, ganhou uma versão para dispositivos móveis.

Enquanto o “Call of Duty: Black Ops: Zombies” custa em torno de US$ 6,80, o game “You don't mess with Putin” será gratuito. O jogo estará disponível a partir de 31 de outubro para as plataformas iOS e Android. 

Personagem recorrente

Pútin já fez uma aparição no último jogo para dispositivos móveis de Smeets, “Run Snowden Run”, no qual os jogadores assumem o papel do ex-funcionário da CIA Edward Snowden, que coleta pendrives e laptops, enquanto foge de um agente do Serviço de Segurança Nacional dos EUA chamado Jake.

“Essa é uma das razões para o presidente e entusiasta das artes marciais voltar como o personagem principal do novo jogo”, explicou Smeets.

Em “Run Snowden Run”,  o personagem de Snowden, que na vida real recebeu asilo político na Rússia em julho passado, pode ligar para o “Tio Pútin” por um celular e, assim, lançar uma bomba de hidrogênio soviética para livrá-lo dos obstáculos.

 

Publicado originalmente pelo The Moscow News

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.