Moscou recebe 8° Festival Internacional de Animação Contemporânea Linóleum

Conceito visual do evento também foi escolhido por meio de um concurso Foto: Divulgação

Conceito visual do evento também foi escolhido por meio de um concurso Foto: Divulgação

A partir desta sexta-feira (26), moscovitas têm a oportunidade de assistir em primeira mão aos mais recentes trabalhos de animação. O festival acontece até 8 de setembro.

Em sua oitava edição, o Festival Linóleum leva o melhor da animação contemporânea à Galeria Nacional Solianke, em Moscou, além de exposições e performances multimídia.

Por causa do tema escolhido para este ano, “Re-animação”, os organizadores receberam um número recorde de solicitações para participar do evento. No total, serão exibidas mais de 130 obras de 29 países. Além dos países tradicionalmente fortes em animação, como Japão, Alemanha e Estados Unidos, o festival vai contar com representantes de locais menos expressivos nessa área, como Irã, Chile e México.

O programa inclui tanto trabalhos dos estudantes das mais importantes escolas de cinema do mundo, como obras de renomados mestres de diversos países. Serão exibidos, por exemplo, animações do francês Bastien Dubois, indicado ao Oscar em 2011, e do premiado diretor americano Kirsten Lepore.

“Também será realizada uma série de eventos educativos, como palestras com profissionais de estúdios de animação e oficinas para quem quiser criar o seu próprio desenho animado”, conta a diretora-executiva da Solianke, Alissa Bagdonaite.

Um dos programas apresentará ainda os filmes vencedores dos festivais mundiais de animação Betherefest e Cinanima.

Ao longo dos cinco anos de existência, o Linóleum já passou por sete cidades russas: Moscou, São Petersburgo, Sôtchi, Novosibirsk, Samara, Krasnoiarsk e Surgut. 

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.