Conselho de Segurança da ONU ganha ‘sala russa’

Sala russa na sede da ONU Foto: RIA Nóvosti

Sala russa na sede da ONU Foto: RIA Nóvosti

Sala para consultas privadas é resultado de dois anos de trabalho do arquiteto russo Aleksandr Konov.

O arquiteto russo Aleksandr Konov trabalhou durante dois anos na criação de uma sala com decoração russa instalada na sede da ONU, em Nova York, cuja inauguração aconteceu na última quarta-feira (27). 

“Buscamos as melhores técnicas a fim de criar um espaço confortável para o trabalho, com boa iluminação e ambiente, sem negligenciar os elementos decorativos”, explica o arquiteto.

A pequena sala apresenta elementos decorativos esculpidos em forma de ciprestes, paredes pintadas com cor serena, mesas de madeira para reuniões e cortina estampada com motivos da região de Mezen, no norte da Rússia. A iluminação é feita por um lustre de vidro em forma de anel gigante.

Segundo o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, a decoração do espaço para discussões cria um “ambiente onde podem ser dados passos construtivos”.

“É um reflexo da contribuição histórica de nosso país para o estabelecimento das Nações Unidas”, acrescentou o embaixador da Rússia na ONU, Vitáli Tchúrkin, aos jornalistas presentes na solenidade.

O direito de fazer o acabamento da área destinada a consultas privadas foi dado à Rússia, depois de país contribuir com 2 milhões de dólares para a reforma do edifício.

A reforma na sede da ONU está em curso desde 2010.


Publicado originalmente pela RIA Nóvosti

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.