Dreamworks construirá parques temáticos na Rússia

Foto: GK Regions

Foto: GK Regions

Projeto, em parceria com empresa russa, está orçado em US$ 1 bilhão, dos quais 30% serão recursos da empresa e 70% virão de créditos bancários.

A empresa DreamWorks Animation irá construir seus primeiros parques temáticos na Rússia.

O projeto será realizado em parceira com a russa Regiões, que tem como co-proprietária a família do empresário Alik Mutsoev.

"Ao ver a admiração e a alegria com que meus filhos estão assistindo a esses filmes de animação, tenho o desejo de oferecer o mesmo às crianças de meu país em forma de parques temáticos", disse Mutsoev em entrevista à Gazeta Russa.

A Regiões, que tem Matsuev como membro do conselho de diretores, irá construir três parques cobertos, com uma área total de 1 milhão de metros quadrados, em Moscou, São Petersburgo e Ekaterimburgo.

O projeto está orçado em US$ 1 bilhão, dos quais 30% serão recursos da empresa e 70% virão de créditos bancários. Os locais para a construção dos parques em São Petersburgo e Ekaterimburgo já foram escolhidos.

Seu primo, Amiran Mutsoev, também membro do conselho de diretores da empresa, espera que os recursos investidos no projeto sejam amortizados em 10 anos. Os parques poderão atender anualmente a 11,7 milhões de visitantes (para efeito de comparação, as três cidades possuem cerca de 20 milhões de habitantes). Os ingressos custarão entre US$ 50 e US$ 80 por pessoa e incluirão o acesso a todas as atrações.

Ainda não se sabe quais serão elas –trata-se do primeiro projeto do gênero da DreamWorks no mundo. Sabem-se apenas os nomes dos filmes cujos personagens vão protagonizar os parques: “Shrek”, “Madagascar”, “Como Treinar o seu Dragão” e “Kung Fu Panda”.

Os parques terão centros comerciais, restaurantes, cinemas, hotéis de três estrelas e de estacionamentos, com um total de 11 mil vagas, em suas proximidades. O primeiro deles deve abrir em 2015.

Projetos

A virada de ano foi rica em projetos no mercado de entretenimento russo. Pouco antes de a DreamWorks divulgar seus planos, correu a notícia de que a empresa Angry Birds também iria construir parques temáticos, com uma área total de 10 mil km quadrados, em várias cidades da Rússia e que a empresa Universal Studios tinha o projeto aprovado para a construção de um parque temático, com um centro empresarial e hotéis, no sul de Moscou.

O projeto tem participação da empresa russa BIN e contará com investimentos de US$ 3 bilhões, um montante superior ao dos capitais a serem aplicados no projeto da DreamWorks em três cidades. As obras devem começar em breve. Esse será o quinto parque temático da Universal Studios no mundo, o primeiro na Europa.

O nicho de parques temáticos na Rússia, no entanto, ainda não está totalmente ocupado. Embora Moscou possua vários parques de diversão e lazer, sua infraestrutura, criada na época soviética, deixa a desejar.

Amiran Mutsoev não tem medo da concorrência por parte de outras empresas.

"Os personagens da DreamWorks são os mais populares na Rússia", acredita o empresário.

Sua opinião é compartilhada por Jeffrey Katzenberg, diretor-geral da DreamWorks Animation.

Segundo ele, no ano passado, “Madagascar 3” foi o segundo maior filme em receitas de bilheteira entre as produções de animação na história do circuito de cinema comercial russo, arrecadando mais de US$ 48 milhões. A maior bilheteria em 2012 ficou para a animação “A Era do Gelo 4”, da 20th Century Fox.

"Os personagens da DreamWorks são os mais populares na Rússia, ao contrário dos da Disney ou Universal. Seis dos dez filmes de animação de maior sucesso na Rússia são da DreamWorks", disse o responsável durante a apresentação do projeto.

Crescimento

No entanto, no mercado russo, há lugar para todos. O mercado de entretenimento no país vem crescendo a uma taxa de 10% ao ano.

Em 2011, cresceu 12%, para US $ 24,1 bilhões, ficando entre os dez mercados de mais rápido crescimento do mundo, segundo a RWC.

Mais de 60% do mercado está concentrado em Moscou, São Petersburgo e Ekaterimburgo, cidades onde serão construídos parques temáticos, disse Mutsoev.

Os especialistas da RWC esperam que, em 2014, o mercado de entretenimento russo se transforme no maior da região da Europa, Oriente Médio e África e fique à frente da Espanha, para, em 2016, crescer para cerca de US$ 39 bilhões. 

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.