Após denúncia de dumping, Turquia prevê sanções à Rússia

Mais de 800 mil toneladas de aço laminado a quente russo foram exportadas à Turquia em 2015

Mais de 800 mil toneladas de aço laminado a quente russo foram exportadas à Turquia em 2015

Aleksandr Riumin/TASS
Metalúrgicas são acusadas de exportar aço a valores menores que o justo. Segundo analistas, governo turco alterou metodologia de investigação devido a tensões políticas.

Ancara estaria avaliando a possibilidade de lançar contrassanções à Rússia e aprovar direitos antidumping, após o Ministério da Economia turco publicar, na sexta-feira passada (22), os resultados de uma investigação sobre as importações de aço laminado a quente.

Segundo o relatório, as principais metalúrgicas russas que exportam à Turquia recebem uma margem de dumping de até 13,66%. O conceito de margem de dumping é a diferença entre o valor normal de mercado e o preço de exportação do produto.

Este seria o caso do maior fornecedor russo, a MMK, que alega vender o produto a preços de mercado e em conformidade com as leis nacionais e internacionais. “Usaremos todos os meios legais para contestar a introdução de direitos antidumping”, rebateu o porta-voz da MMK.

O segundo maior exportador russo de aço para a Turquia, a Severstal, também foi acusado de ter uma margem de dumping de 12,43%. No entanto, a empresa justifica que, segundo um relatório publicado pelo governo turco em agosto de 2015, não havia ausência de dumping da parte russa.

“No novo relatório, o custo de reposição da empresa foi alterado, o que é injusto e ilegal”, afirmou um representante da Severstal ao jornal “Kommersant”.

Os especialistas russos estão convencidos, porém, de que a metodologia da investigação turca foi alterada devido às tensões nas relações políticas e econômicas entre os dois países. 

Primeiro lugar

No período de 2012 a 2014, a Turquia importou quase 3 milhões de toneladas anuais de aço laminado a quente, por US$ 1,8 bilhões. Esse volume cresceu em 2015 para 4,3 milhões de toneladas, atingindo a marca dos US$ 2,15 bilhões.

Estima-se que a Rússia forneça cerca de 19,2% de todas as importações de aço laminado a quente para ao país, o que é consideravelmente mais do que os outros exportadores do produto, como a China, por exemplo, que fornece 4,3% das aquisições turcas de aço laminado a quente.

 

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.