Rússia termina em 4º no quadro de medalhas da Rio-2016

Equipe de ginástica rítmica da Rússia posa com medalha de ouro durante premiação

Equipe de ginástica rítmica da Rússia posa com medalha de ouro durante premiação

Reuters
Com 56 medalhas, Rússia só foi superada por equipes dos EUA, Grã-Bretanha e China. Novas revelações apontam para futuro olímpico nos Jogos de Tóquio.

Após o escândalo de doping que colocou em risco a participação da Rússia na Olimpíada do Rio, a seleção nacional terminou o evento ocupando o quarto lugar na classificação geral, com 56 medalhas, sendo 19 de ouro, 18 de prata e 19 de bronze.

Entre os principais destaques do país estiveram as equipes de esgrima, que ganhou sete medalhas (incluindo quatro ouros), e de luta, com nove medalhas (quatro ouros).

Outras medalhas de ouro ficaram por conta do nado sincronizado, da ginástica rítmica e do judô.

A grande surpresa, porém, foi a primeira colocação da equipe de handebol feminina, que não só levou a primeira medalha de ouro para a Rússia na modalidade, como também permaneceu invicta durante todo o torneio.

Diversos atletas de elite do país, incluindo a nadadora Iúlia Efímova, que conquistou duas pratas na Rio-2016 (nos 100 metros e 200 m peito), só foram autorizados a participar dos Jogos no último momento, após decisão do Tribunal Arbitral do Esporte, em Lausanne.

Esperanças para Tóquio

Apesar de a grande maioria das competições não ter resultado em ouro para a Rússia, as performances de alguns jovens atletas, embora não tenham sido vitoriosos, dão esperança para os Jogos de Tóquio, em 2020.

O país demonstrou ter excelentes velocistas no ciclismo de pista, como Anastassia Voinova e Daria Chmeleva, que ficaram em segundo lugar na prova em equipe.

Há também nova leve de nadadores promissores, como os medalhistas olímpicos de bronze Evguêni Rilov (200 m costas) e Anton Tchupkov (200 m peito). 

A medalha de prata das arqueiras russas na competição por equipe foi mais um avanço, assim como a estreia russa nos pódios no polo aquático feminino. Pela primeira vez em 16 anos, as jogadoras ganharam uma medalha olímpica, com a vitória sobre a Hungria na disputa pelo bronze.

Com material da agência de notícias Tass

Gostaria de receber as principais notícias sobre a Rússia no seu e-mail?      
Clique aqui para assinar nossa newsletter.

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.